Home » Curso de Coordenador de Segurança (CCS)

Curso de Coordenador de Segurança (CCS)

Em conformidade com o n.º 1 do artigo 16.º da Lei n.º 34/2013, de 16 de maio, conjugado com o artigo 4.º da Portaria n.º 324/2013, de 31 de outubro.
Acreditação n.º 98, de 21 de janeiro de 2014, pela Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública.

Início a 3 de abril de 2017

Enquadramento

O CCS é uma formação não superior que confere um diploma de especialização em Coordenador de Segurança.
O plano de formação do CCS integra as componentes previstas na Portaria n.º 324/2013, de 31 de Outubro.

Objetivo

Permitir aos formandos o desenvolvimento e a aquisição de conhecimentos e competências técnicas, relacionais e organizacionais relevantes para o exercício das funções previstas no regime jurídico do combate à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância nos espetáculos desportivos, de forma a possibilitar a realização dos mesmos com segurança.

Destinatários

O CCS destina-se a profissionais de segurança e a outros profissionais, que pretendam adquirir conhecimentos na área, e a estudantes dos níveis de ensino não superior e superior, sem distinção de áreas de formação, que objetivem o desempenho de funções diretamente relacionadas com a coordenação de segurança.

Podem candidatar-se ao CCS:
1. Requisito geral:
a) Os indivíduos com idade igual ou superior a 18 anos, aos quais, com base na experiência, se reconheça capacidades e competências que os qualifiquem para o respectivo ingresso.

2. Escolaridade:
a) Escolaridade mínima obrigatória ao tempo de conclusão do ensino regular, se cumprido o requisito descrito em 1. a)
b) Os titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente;
c) Os que, tendo obtido aprovação em todas as disciplinas dos 10.º e 11.º anos e tendo estado inscritos no 12.º ano de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente, não o tenham concluído;
d) Os titulares de uma qualificação profissional de nível 3;
e) Os titulares de um diploma de especialização tecnológica ou de um grau ou diploma de ensino superior que pretendam a sua requalificação profissional.

Programa

Módulo 1: Regime jurídico do combate à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância nos espetáculos desportivos. Convenções internacionais e europeias.
Módulo 2: Regime jurídico de exercício da atividade de segurança privada. Forças de segurança e policiamento desportivo. Proteção civil e emergência médica.
Módulo 3: Coordenador de segurança: História de incidentes e suas consequências.
Módulo 4: Organização de espetáculos desportivos.
Módulo 5: Manutenção de um ambiente seguro.
Módulo 6: Gestão de incidentes.
Módulo 7: Avaliação dinâmica de riscos e gestão de multidões
Módulo 8: Planeamento de emergência e de operações de segurança.

Metodologia

Serão utilizados os métodos expositivo, demonstrativo e activo, recorrendo à análise de casos práticos e a trabalhos individuais e/ou em grupo. Está contemplada a elaboração de um Relatório Final.

Sistema de Avaliação

A avaliação contínua e final de cada módulo é da responsabilidade do formador ou da equipa de formadores. A aprovação dos formandos reflete igualmente o seguinte regime de faltas: a participação dos formandos na formação de contacto é obrigatória, com uma percentagem mínima de frequência a 70% das aulas em cada módulo.

Equipa Responsável

Responsável do Curso: Prof. Doutor Rui Maia
Coordenador Pedagógico: Dr.ª Sara Figueiredo
Formadores: Dr. António Marques; Prof. Doutor Daniel Seabra; Prof.ª Doutora Rita Rola; Dr. Vitor Caldas e Dr. Manuel Gomes

Duração

120 horas.

Certificação

No final da ação, todos os formandos que concluírem o curso com aproveitamento receberão um Certificado de Formação da UFP, conferente ao Diploma de Coordenador de Segurança.

Realização

Início a 3 de abril de 2017.
Dias úteis das 18h00 às 23h00 e sábados de manhã e/ou tarde.

Custos

Regime Geral: 800,00 Euros.
Regime Específico: 690,00 Euros (aplicável a alunos e ex-alunos da UFP e a entidades protocoladas com a UFP).
A regularização pode ser feita na totalidade ou em pagamentos faseados.

Condições Especiais para Frequência

Candidatura:
A candidatura, entregue no Secretariado do ES-CEFOC ou enviada por correio registado, deve ser instruída com os seguintes documentos:
a) Ficha de candidatura, devidamente preenchida;
b) Curriculum Vitae detalhado;
c) Certificado de habilitações, com informação do nível da qualificação profissional;
d) Cópia do Bilhete de Identidade (ou documento equivalente);
e) Cópia do Cartão de Contribuinte.

Seriação e Seleção:

1. A seriação dos candidatos far-se-á relevando a experiência profissional na área do curso, considerada pelos anos de trabalho, a formação escolar e a formação profissional.
2. As situações indiferenciadas serão apreciadas, com vista à seriação, tendo por critério o perfil dos candidatos mediante a realização de entrevista.

Número de Formandos

N.º Mínimo: 15

Inscrição

 

UFP TV
O Laboratório de Televisão funciona como um centro de produção de vídeo para apoio às actividades da Universidade.
Ver streamingVer Galeria de Vídeos
Secretaria Virtual
E-Learning
UFP-Universidade Virtual
Biblioteca
As Bibliotecas da UFP têm como missão permitir o acesso aos recursos informativos necessários ao desempenho das funções de ensino, investigação e aprendizagem, bem como conservar e preservar as suas colecções.
Ver streaming
Webmail
Acesso ao Webmail da Universidade Fernando Pessoa.
A UFP utiliza a plataforma/serviços gmail para fornecimento de serviços de correio electrónico.
Aceder ao webmail