CONDIÇÕES DE CANDIDATURA

1. Condições de Ingresso para os Terceiros Ciclos/Doutoramentos:

1.1. Condições gerais
De acordo com o nº 1, do artigo 2.º, do Regulamento nº 306/2008 de 9 de junho, podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de doutor:
1.1.1. Os titulares do grau de mestre ou equivalente legal;
1.1.2. Os titulares de grau de licenciado, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo conselho científico da faculdade a que pertence o ciclo de estudos;
1.1.3. Os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo conselho científico da faculdade a que pertence o ciclo de estudos.

1.2. Condições específicas (para os Doutoramentos abaixo indicados):

1.2.1. Doutoramento em Ciências da Terra: Mestrado obtido em Instituições de Engenharia, de Ciências ou de Ciências e Tecnologia. Preferencialmente, com licenciaturas nas mesmas áreas;
1.2.2. Doutoramento em Desenvolvimento e Perturbações da Linguagem:
1.2.2.1. Ser detentor de uma formação académica de acordo com a legislação em vigor, em áreas relacionadas com a linguagem nos domínios das Ciências da Saúde, das Ciências do Comportamento e das Humanidades (Medicina, Neurologia, Pediatria, Terapêutica da Fala, Psicologia, Pedagogia, Ciências da Educação, Linguística, Línguas, áreas ligadas ao ensino, entre outras);
1.2.2.2. Alternativamente, ser detentor de um currículo escolar, científico e/ou profissional reconhecido como relevante na área da linguagem, seu desenvolvimento e/ou perturbações pelo Conselho Executivo da Escola de Estudos Pós-graduados e de Investigação da Universidade Fernando Pessoa;
1.2.2.3. Apresentar um plano de intenções devidamente enquadrado nos objetivos e áreas científicas do ciclo de estudo;
1.2.3. Doutoramento em Ecologia e Saúde Ambiental: Os candidatos devem ter formação suficiente nas áreas de Ciências ou Engenharia, bem como possuir Mestrado numa das seguintes áreas: Ambiente, Biologia, Ciências da Saúde ou Química.

2. Critérios de seleção e seriação:
2.1. Grau de mestre ou equivalente legal na área científica do doutoramento;
2.2. Melhor classificação final do grau de mestre ou equivalente legal;
2.3. Grau de licenciado ou equivalente legal em área científica mais afim da do doutoramento;
2.4. Curriculum vitae e entrevista ou carta de motivação.

3. Preparação da candidatura:
Verificando que cumprem as condições de ingresso, os interessados deverão preparar a sua candidatura, a qual passa por:
3.1. Escolha da especialização pretendida (não aplicável no caso do doutoramento em Ecologia e Saúde Ambiental);
3.2. Consulta das linhas de investigação (acedidos a partir da página de cada doutoramento);
3.3. Preparação de um Plano de Intenções (preparado de acordo com o modelo UFP).

4. Cronograma

ANO LETIVO 2019/20

REGIME DE CONTINUIDADE (*) (**)
1.ª FASE
CANDIDATURA: 3 JUN a 29 JUL 2019 (presencial) | 03 JUN a 27 JUL 2019 (online)
AFIXAÇÃO DOS RESULTADOS: 1 AGO 2019
MATRÍCULAS: consulte o Cronograma de Ingresso (PDF)

2.ª FASE***
CANDIDATURAS: 28 AGO a 13 SET 2019 (presencial) | 28 AGO a 11 SET 2019 (online)
AFIXAÇÃO DOS RESULTADOS: 17 SET 2019
MATRÍCULAS: consulte o Cronograma de Ingresso (PDF)

3.ª FASE***
CANDIDATURAS: 1 a 4 OUT 2019 (presencial) | 1 a 4 OUT 2019 (presencial)
AFIXAÇÃO DOS RESULTADOS: 4 OUT 2019
MATRÍCULAS: consulte o Cronograma de Ingresso (PDF)

REGIME INTENSIVO (*) (**)
1.ª FASE
CANDIDATURA: 2 a 29 NOV 2018
AFIXAÇÃO DOS RESULTADOS: 7 FEV 2019
MATRÍCULAS: consulte o Cronograma de Ingresso (PDF)

2.ª FASE***
CANDIDATURAS: 8 a 22 MAR 2019
AFIXAÇÃO DOS RESULTADOS: 16 ABR 2019
MATRÍCULAS: consulte o Cronograma de Ingresso (PDF)

3.ª FASE***
CANDIDATURAS: a definir
AFIXAÇÃO DOS RESULTADOS: a definir

(*) Não dispensa a consulta do Cronograma de Ingresso (PDF)
(**) A UFP pode aceitar requerimentos fora do prazo estabelecido, para candidaturas a Doutoramentos, Mestrados e Pós-graduações, sempre que entenda existirem ou poderem ser criadas condições de integração dos candidatos nos cursos em causa
(***) Para vagas sobrantes

Titulares do grau de mestre ou equivalente legal:

  1. Documentação para candidatura:
    1.1. Diploma ou certificado da licenciatura (Ver Notas 3.1, 3.2 e 3.3);
    1.2. Diploma ou certificado do mestrado (Ver Notas 3.1, 3.2 e 3.3);
    1.3. Plano de Intenções da tese (modelo UFP) (Ver Nota 3.4);
    1.4. Carta de motivação;
    1.5. Curriculum Vitae do candidato;
    1.6. Elementos probatórios das atividades mencionadas no CV e comprovativos da experiência e competências profissionais relevantes no âmbito do ciclo de estudos ao qual é apresentada candidatura;
    1.7. Boletim de candidatura devidamente preenchido (formulário UFP);
    1.8. Cidadãos da União Europeia:  Cópia do documento de identificação
    Cidadãos Extracomunitários: Passaporte ou Visto de Estudante ou Título de Residência emitido pelo SEF se estiverem a residir em Portugal;
    1.9. Cópia do documento de identificação fiscal [CPF];
    2.0. Pagamento da Taxa de Candidatura.
  1. Matrícula:
    Os candidatos admitidos terão que efetuar a sua matrícula presencialmente no Gabinete de Ingresso.

Documentação necessária:

2.1. No caso das candidaturas enviadas por email: originais das versões autenticadas dos certificados académicos (conforme alínea 3.2.1. das Notas);
2.2. Boletim de matrícula devidamente preenchido;
2.3. Fotografia (3 x 4 cm);
2.4. Passaporte com Visto;
2.5. Pagamento da Taxa de Matrícula e de Propina.

3. Notas:
3.1. Não é efetuada a devolução de documentação entregue, nem de valores pagos;
3.2. Certidões de estabelecimentos de ensino superior estrangeiro:
3.2.1. Originais ou fotocópias têm que estar autenticados pelos serviços oficiais de educação do país no qual o curso foi realizado e reconhecidos pela autoridade respetiva diplomática portuguesa ou trazer a Apostilha da Convenção de Haia (ligação).
3.2.2. Estas autenticações devem estar claramente visíveis nas versões digitais submetidas nas candidaturas por email;
3.3. Documentos académicos têm ser emitidos em Português, Inglês, Espanhol ou Francês. Se emitidos noutra língua deverão ser traduzidos para Português, por um tradutor reconhecido pela respetiva entidade diplomática;
3.4. O Plano de Intenções tem que seguir o modelo fornecido pelo Gabinete de Ingresso da UFP e não poderá exceder as 10 páginas;
3.5. Apenas podem ser aceites candidaturas completas, isto é, aquelas que reunirem todos os documentos indicados no ponto 1;
3.6. A abertura dos cursos obedece a um número mínimo de matrículas;
3.7. Certidões de estabelecimentos de ensino superior portugueses: podem ser considerados originais ou fotocópias autenticadas num notário, advogado, estação de correios ou Junta de Freguesia em Portugal.

Titulares de grau de licenciado e detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante:

  1. Documentação para candidatura:
    1.1. Diploma ou certificado da licenciatura (Ver Notas 3.1, 3.2 e 3.3);
    1.2. Plano de Intenções da tese (modelo UFP) (Ver Nota 3.4);
    1.3. Carta de motivação;
    1.4. Curriculum Vitae do candidato;
    1.5. Boletim de candidatura devidamente preenchido (formulário UFP);
    1.6. Cidadãos da União Europeia:  Cópia do documento de identificação
    Cidadãos Extracomunitários: Passaporte ou Visto de Estudante ou Título de Residência emitido pelo SEF se estiverem a residir em Portugal;
    1.7. Cópia do documento de identificação fiscal [CPF];
    1.8. Pagamento da Taxa de Candidatura.
  1. Matrícula:
    Os candidatos admitidos terão que efetuar a sua matrícula presencialmente no Gabinete de Ingresso.

Documentação necessária:

2.1. No caso das candidaturas enviadas por email: originais das versões autenticadas dos certificados académicos (conforme alínea 3.2.1. das Notas);
2.2. Boletim de matrícula devidamente preenchido;
2.3. Fotografia (3 x 4 cm);
2.4. Passaporte com Visto;
2.5. Pagamento da Taxa de Matrícula e de Propina.

3. Notas:
3.1. Não é efetuada a devolução de documentação entregue, nem de valores pagos;
3.2. Certidões de estabelecimentos de ensino superior estrangeiro:
3.2.1. Originais ou fotocópias têm que estar autenticados pelos serviços oficiais de educação do país no qual o curso foi realizado e reconhecidos pela autoridade respetiva diplomática portuguesa ou trazer a Apostilha da Convenção de Haia (ligação).
3.2.2. Estas autenticações devem estar claramente visíveis nas versões digitais submetidas nas candidaturas por email;
3.3. Documentos académicos têm ser emitidos em Português, Inglês, Espanhol ou Francês. Se emitidos noutra língua deverão ser traduzidos para Português, por um tradutor reconhecido pela respetiva entidade diplomática;
3.4. O Plano de Intenções tem que seguir o modelo fornecido pelo Gabinete de Ingresso da UFP e não poderá exceder as 10 páginas;
3.5. Apenas podem ser aceites candidaturas completas, isto é, aquelas que reunirem todos os documentos indicados no ponto 1;
3.6. A abertura dos cursos obedece a um número mínimo de matrículas.

Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos:

  1. Documentação para candidatura:
    1.1. Certidão de habilitações de curso superior, licenciatura ou mestrado (se aplicável) (Ver Notas 3.1, 3.2 e 3.3);
    1.2. Plano de Intenções da tese (modelo UFP) (Ver Nota 3.4);
    1.3. Carta de motivação;
    1.4. Curriculum Vitae do candidato;
    1.5. Boletim de candidatura devidamente preenchido (formulário UFP);
    1.6. Cidadãos da União Europeia:  Cópia do documento de identificação
    Cidadãos Extracomunitários: Passaporte ou Visto de Estudante ou Título de Residência emitido pelo SEF se estiverem a residir em Portugal;
    1.7. Cópia do documento de identificação fiscal [CPF];
    1.8. Pagamento da Taxa de Candidatura.
  1. Matrícula:
    Os candidatos admitidos terão que efetuar a sua matrícula presencialmente no Gabinete de Ingresso.

Documentação necessária:

2.1. No caso das candidaturas enviadas por email: originais das versões autenticadas dos certificados académicos (conforme alínea 3.2.1. das Notas);
2.2. Boletim de matrícula devidamente preenchido;
2.3. Fotografia (3 x 4 cm);
2.4. Passaporte com Visto;
2.5. Pagamento da Taxa de Matrícula e de Propina.

3. Notas:
3.1. Não é efetuada a devolução de documentação entregue, nem de valores pagos;
3.2. Certidões de estabelecimentos de ensino superior estrangeiro:
3.2.1. Originais ou fotocópias têm que estar autenticados pelos serviços oficiais de educação do país no qual o curso foi realizado e reconhecidos pela autoridade respetiva diplomática portuguesa ou trazer a Apostilha da Convenção de Haia (ligação).
3.2.2. Estas autenticações devem estar claramente visíveis nas versões digitais submetidas nas candidaturas por email;
3.3. Documentos académicos têm ser emitidos em Português, Inglês, Espanhol ou Francês. Se emitidos noutra língua deverão ser traduzidos para Português, por um tradutor reconhecido pela respetiva entidade diplomática;
3.4. O Plano de Intenções tem que seguir o modelo fornecido pelo Gabinete de Ingresso da UFP e não poderá exceder as 10 páginas;
3.5. Apenas podem ser aceites candidaturas completas, isto é, aquelas que reunirem todos os documentos indicados no ponto 1;
3.6. Tratando-se de livros, deverão ser enviados pelo correio (
ao cuidado do Gabinete de Ingresso, para Praça 9 de Abril, 349 | 4249-004 Porto | Portugal);
3.7. De acordo com a legislação em vigor, os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico legal e estatutariamente competente da universidade onde pretendem ser admitidos. Contudo, este reconhecimento é apenas para efeitos de acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de doutor e não confere ao seu titular a equivalência ao grau de licenciado ou de mestre, ou ao seu reconhecimento;
3.8. A abertura dos cursos obedece a um número mínimo de matrículas.

TAXAS ESCOLARES

TAXAS 2019/20 (*) (**) (***)

 

PRESTAÇÃO ÚNICA
(Anuidade paga no ato de matrícula)

PAGAMENTO EM 4 PRESTAÇÕES
(1ª prestação paga no ato de matrícula; As restantes 3 prestações pagas até ao dia 10 dos meses: dezembro, março e junho)
PAGAMENTO EM 11 PRESTAÇÕES
(1ª prestação paga no ato de matrícula; As restantes 10 prestações pagas até ao dia 10 dos meses seguintes (outubro a julho)
CANDIDATURA
100€ 100€ 100€
1ª MATRÍCULA 360€ 360€ 360€
PERÍODO NORMAL
(1º ano)
1950€ 4x535€ 11x215€
SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS
Aulas lecionadas por Corpo Docente de referência nacional e internacional  ✔  ✔
Aulas práticas nos laboratórios pedagógicos, clínicas pedagógicas e no Hospital da UFP  ✔  ✔
Acesso aos serviços de saúde, a preços especiais, disponibilizados nas clínicas pedagógicas (fisioterapia, medicina dentária e terapêutica da fala) e no Hospital da UFP  ✔  ✔
Acesso, a preços especiais, à Academia de Saúde e Lazer (fitness, musculação e aulas de conjunto com acompanhamento profissional)  ✔  ✔
Acesso às 3 Bibliotecas Físicas, e às salas de estudo/trabalho em grupo, da Universidade Fernando Pessoa ✔   ✔
Acesso aos milhares de periódicos e e-books disponibilizados na b-on (biblioteca do conhecimento online) ✔   ✔
Apoio na candidatura a bolsas de estudo da Direcção Geral do Ensino Superior (DGES/DSAE).  ✔  ✔
Acesso gratuito à “oficina de televisão” para desenvolvimento de competências de produção de conteúdos vídeo  ✔  ✔
CARTÃO D’OURO DO HOSPITAL DA UFP
Anuidade(****) 10€  10€ 10€
Desconto – Consultas 30%  30% 30%
Desconto – Consultas de Atendimento Urgente (SU)  20% 20% 20%
Desconto – Medicina Dentária (excluindo cirurgias, próteses, implantes dentários e aparelhos ortodônticos)  20% 20% 20%
Desconto – Medicina Física e de Reabilitação (incluindo fisioterapia)  20% 20% 20%
Desconto – Internamento 10%  10% 10%
Desconto – Cirurgia.  10% 10% 10%
Desconto – Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (à excepção da ressonância magnética, com desconto de 5%)  20% 20% 20%


(*) Não há reembolso dos pagamentos efetuados.
(**) Não dispensa a verificação dos documentos de Taxas Escolares – Doutoramentos – 3º ciclo (PDF).
(***) Regime geral. Outros regimes, por favor consultar o Gabinete de Ingresso.
(****) Aplica-se a todos os alunos matriculados na Universidade Fernando Pessoa. Na primeira matrícula, os alunos têm acesso ao Cartão d’Ouro sem qualquer custo de adesão.