SOBRE O CURSO

Acreditado pela A3ES, em 02-10-2014 (ligação)

Horário diurno

O 2º ciclo do curso de Ciências Empresariais encontra-se organizado em 4 semestres, incluindo disciplinas na área científica da Gestão complementadas com outras promotoras de desenvolvimento de competências transversais.

Assim, o primeiro ano contempla um conjunto de unidade curriculares focalizadas nas diferentes áreas das ciências empresariais, com o objetivo de desenvolver competências científicas, técnicas e profissionais para responder ativa e criativamente aos desafios competitivos da atualidade. Por sua vez, o segundo ano oferece uma formação específica em metodologia de investigação que permite que o aluno desenvolva um trabalho de investigação científica num dos diferentes domínios das ciências empresarias, sob a devida orientação de um docente especializado na área, e que culminará com a apresentação da dissertação de mestrado.

Ao caraterizar-se por um nível de estudos aprofundado, com preocupação assumida pela especialização, tem três objetivos principais: através de uma profunda interligação entre as mais recentes teorias de gestão e as melhores práticas empresariais, utilizar métodos, técnicas e instrumentos de gestão que facultem aos mestrandos um quadro conceptual e metodológico para aplicação; preparar gestores com conhecimentos específicos, incentivando os mestrandos a desenvolver as suas aptidões para identificar e explorar as oportunidades oferecidas pelo meio envolvente e ainda ampliar a sua área de formação já consolidada nos níveis académicos anteriores.

Este mestrado destina-se, não apenas, aos licenciados em ciências empresariais, mas também, aos de outros domínios científicos afins – gestão, economia, contabilidade, finanças, recursos humanos, marketing, comunicação, publicidade, relações internacionais – que pretendam atualizar e aprofundar competências científicas e técnicas adquiridas anteriormente no 1º ciclo de estudos, ou complementar e desenvolver competências nas diferentes áreas das ciências empresariais.

DESTINATÁRIOS DA FORMAÇÃO

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre (2.º ciclo):

  • os titulares do grau de licenciado ou equivalente legal;
  • os titulares de grau académico superior estrangeiro, conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos, organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo;
  • os titulares de grau académico superior estrangeiro, que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo órgão científico estatutariamente competente do estabelecimento de ensino superior onde pretendem ser admitidos;
  • detentores de currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico estatutariamente competente do estabelecimento de ensino superior onde pretendem ser admitidos.

PLANO DE ESTUDOS

2º Ciclo (Mestrado) · 4 semestres · 120 ECTS
Conforme Despacho nº 18298/2006, DR 2ª série n.º 173, de 7 de setembro, alterado com Despacho n.º 12168/2013, DR 2ª série n.º 184, de 24 de setembro

UNIDADES CURRICULARES ECTS

Objetivos: Compreender a importância da previsão na tomada de decisão e aplicar métodos quantitativos de previsão básicos. Compreender a importância da programação linear como ferramenta de gestão. Compreender o processo contabilístico como prática de gestão. Compreender e operacionalizar conceitos e principais instrumentos e técnicas de análise financeira para elaboração do diagnóstico da situação económico-financeira das empresas. Competências: aquisição de conhecimentos e ferramentas específicas de métodos quantitativos de previsão e de programação linear; reconhecer a contabilidade como parte do processo de gestão; aquisição de conhecimentos e técnicas específicas de análise financeira; adaptação a novas situações; trabalho autónomo.

Identificar as variáveis explicativas do comportamento de compra; Descrever ao processo de decisão de compra; Compreender a importância do estudo do comportamento do consumidor para o marketing; Aplicar os conhecimentos na resolução de casos práticos.

Estudar os fundamentos da gestão estratégica e de conhecimento organizacional. Enquadrar a gestão de conhecimento com os objectivos estratégicos de uma organização, e com o sistema de informação. Elaborar sobre o recurso conhecimento, sistemas e meios digitais capazes de realizar a sua exploração, integrando os recursos humanos e práticas sociais. . Desenvolver nos estudantes uma compreensão profunda das estratégias organizacionais, analisando como estas são desenvolvidas, implementadas, controladas e revistas em função das imposições postas pelo ambiente empresarial interno e externo.

Reconhecer a importância da RS e da Ética em Gestão no contexto empresarial; identificar os principais instrumentos de RSE e os principais valores norteadores de práticas éticas em contexto empresarial; conhecer os princípios da sua aplicação. Preparar os estudantes para promoverem e integrarem os conceitos de responsabilidade social e de ética empresarial nos sistemas de gestão de uma organização.Nesta unidade curricular serão também trabalhadas as seguintes competências gerais/transversais: – capacidade para trabalhar em grupo; autonomia no processo de aprendizagem; capacidade para resolver problemas; capacidade de análise, síntese e aplicação crítica de conhecimentos; capacidade de adaptação a situações novas; raciocínio Crítico; capacidade de Organização e de Planeamento; capacidade de Gestão da Informação (aquisição, filtragem, análise); capacidade para tomar decisões; capacidade de Comunicação Oral e Escrita; desenvolvimento de Relações interpessoais.

UNIDADES CURRICULARES ECTS

Os objectivo gerais desta unidade curricular são: dar a conhecer os conceitos centrais de Globalização no contexto empresarial; Realçar a interacção entre o meio envolvente e a empresa e fornecer ao alunos as ferramentas de auxílio à análise do meio envolvente e a compreensão sobre a sustentabilidade.

A Unidade Curricular visa promover conhecimentos teóricos e práticos sobre conflito, negociação e mediação, com o intuito de possibilitar a resolução construtiva de conflitos em diferentes níveis organizacionais.Apresenta-se um conjunto de técnicas de intervenção em gestão de conflitos, com o sentido de desenvolver no aluno as seguintes competências: (1) Adquirir capacidade de compreensão sobre conflito, gestão construtiva do mesmo, negociação e mediação; (2) Demonstrar conhecimentos teóricos no estudo do conflito e sua gestão, nomeadamente os procedimentos de negociação e mediação; (3) Identificar e problematizar as diferentes técnicas de gestão construtiva de conflitos, em distintos âmbitos; (4) Ser capaz de aplicar os conhecimentos teóricos adquiridos a casos práticos; (5) Demonstrar uma atitude crítica e autocrítica; (6) Revelar capacidade de comunicação oral e escrita; (7) Recolher e organizar informação, seleccionar bibliografia relevante e ler de modo crítico e compreensivo.

A disciplina de Sistemas de Informação, Modelos Decisionais e Gestão da Qualidade, tem como objectivo levar os alunos abordar os respectivos conceitos, nos seus mais variados aspectos, desde a aquisição/armazenamento de dados, até à utilização dos sistemas de informação no posicionamento e planeamento estratégico, num contexto de Gestão da Qualidade, usando como base neste caso a normativa ISO, etc.Além da abordagem teórica, pretende-se que os alunos reflictam na aplicação prática dos conceitos estudados, isto é na sua adequação às organizações e empresas (alunos trabalhadores) ou identificação de casos práticos onde a aplicação desses conceitos se tenha revelado meritória.Por fim, colocar-se-á ênfase na natureza mutati mutandis dos Sistemas de Informação e Modelos Decisionais e Gestão da Qualidade, quer em termos teóricos, quer nas suas aplicações práticas, tanto ao nível as organizações como ao nível grupal como individual.

A Unidade Curricular visa promover conhecimentos teóricos e práticos sobre a gestão de produtos e marcas, incluindo o planeamento estratégico de marketing. Compreender o conceito de gestão de produto e marca; Compreender a importância estratégica da comunicação da marca e o seu papel no desenvolvimento da vantagem competitiva nas mentes do público-alvo; Compreender e aplicar o conceito de Brand Equity; Implementar os princípios estruturais do nome de Brand Naming e Brand Design; Saber como implementar e desenvolver uma estratégia de construção de marca.Competências a desenvolver: seleccionar bibliografia relevante e ler de modo crítico e compreensivo; Capacidade de análise e síntese; Capacidade para organizar e planear; Habilidades críticas e de autocrítica, Revelar capacidade de comunicação oral e escrita; Capacidade para aplicar na prática conhecimentos, Habilidades de investigação.

A presente unidade curricular deverá possibilidade ao aluno abordar e saber como analisar algumas das principais decisões financeiras da empresa, nomeadamente a forma de avaliar os projetos de investimento. A abordagem do modelo da procura e da oferta pretende constituir um exemplo de sustentação das decisões empresariais na teoria económica com o objetivo de procurar um referencial de análise consistente que identifique as relações causais entre decisões e resultados e permita prever em que circunstâncias é que uma determinada decisão produz um dado resultado.A introdução de alguns conceitos da Economia para a Gestão e Finanças Empresariais tem por finalidade dotar os alunos das competências necessárias para as decisões que terão de tomar na utilização do programa de “Jogos de Gestão”, nomeadamente ao nível da gestão da oferta e da procura e financeira.

UNIDADES CURRICULARES ECTS

A unidade de Metodologia do Trabalho Científico visa levar o aluno a: (a) Identificar claramente as etapas do processo de investigação científica; (b) Conhecer/diferenciar alguns tipos de investigação científica; (c)Desenvolver competências na escrita crítica relativa à leitura de um artigo científico; (d) Conhecer algumas das principais técnicas de tratamento e recolha de dados; (e) Desenvolver competências no contexto da estruturação de uma apresentação de um tópico; (f) Perceber a importância dos conhecimentos anteriores para o planeamento e o desenvolvimento de uma investigação científica.

 

COORDENAÇÃO DO MESTRADO

ANTÓNIO CARDOSO

LUÍSA RIBEIRO

Envie o formulário para ser contactado pela coordenação do curso:



CandidatoProfissionalOutro


PortugalPaís UEOutro País














INTERCÂMBIO / ESTUDAR NO ESTRANGEIRO

Os alunos da Universidade Fernando Pessoa (UFP) que cumpram os critérios de elegibilidade dispõem da possibilidade de realizar períodos de estudo e/ou de estágio em mobilidade internacional.

Os períodos de estudo em mobilidade internacional de estudantes são realizados em instituições de ensino superior fora de Portugal com as quais a UFP mantém acordos de intercâmbio de estudantes ao abrigo do Programa Erasmus+ (no espaço Europeu), ou de outros acordos bilaterais de intercâmbio existentes.

Informação sobre programas de mobilidade/intercâmbio estão disponíveis através do Gabinete de Relações Internacionais (ligação).

CANDIDATURAS E TAXAS ESCOLARES

REGIME GERAL (*) (**)
CANDIDATURAS: 01 MAI.- 31 JUL. 2018
AFIXAÇÃO DOS RESULTADOS E MATRÍCULAS: NOTIFICADOS POR E-MAIL

RECEÇÃO AOS NOVOS ALUNOS
E INÍCIO DO ANO LETIVO:  17 SET. 2018

(*) Não dispensa a consulta do Cronograma de Ingresso (PDF)
(**) A UFP pode aceitar requerimentos fora do prazo estabelecido, para candidaturas a Doutoramentos, Mestrados e Pós-graduações, sempre que entenda existirem ou poderem ser criadas condições de integração dos candidatos nos cursos em causa.

VER TAXAS
  • ANTIGOS ALUNOS

    Gabriel Estima é CEO da empresa BELONE
    e integra a administração da Gráfica Ideal de Águeda

    (IMG CEDIDA PELO PRÓPRIO)