CONDIÇÕES DE CANDIDATURA

1. Condições de candidatura

1.1. Condições específicas:

Ação Humanitária, Cooperação e Desenvolvimento

  • Ser titular do grau de licenciado ou equivalente legal em áreas relacionadas com o programa de mestrado;
  • Ser detentor de um currículo escolar, científico e/ou profissional reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela Coordenação de Ciclo e pela Direção da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade.

Análises Laboratoriais Especializadas

  • Ser detentor de uma formação académica (Licenciatura ou equivalente legal), de acordo com a legislação em vigor, na área das Análises Clínicas e Saúde Pública, Ciências Biomédicas Laboratoriais, Saúde Ambiental ou em área científica afim;
  • Alternativamente, ser detentor de um currículo escolar, científico e/ou profissional, que seja reconhecido como relevante na área, e que ateste capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico da ESS-FP.

Ciências da Comunicação

  • Ser titular do grau de licenciado ou equivalente legal em áreas relacionadas com o programa de mestrado;
  • Ser detentor de um currículo escolar, científico e/ou profissional reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela Coordenação de Ciclo e pela Direção da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Fernando Pessoa.

Ciências da Educação: Educação Especial

  • Ser detentor de uma formação académica (licenciatura ou equivalente legal), de acordo com a legislação em vigor, em Ciências da Educação ou em área científica que permita a candidatura a quaisquer dos grupos de recrutamento nos concursos de professores;
  • Ser detentor de uma formação académica (licenciatura ou equivalente legal), de acordo com a legislação em vigor, em outras especialidades como psicologia, terapêutica da fala, terapêutica ocupacional, enfermagem, ou outras que interajam com a Educação;
  • Alternativamente, ser detentor de um currículo escolar, científico e/ou profissional, que seja reconhecido como relevante na área e que ateste capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico da UFP.

Ciências Empresariais

  • Ser titular do grau de licenciado ou equivalente legal em áreas relacionadas com o programa de mestrado;
  • ser detentor de um currículo escolar, científico e/ou profissional reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela Coordenação de Ciclo e pela Direção da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Fernando Pessoa.

Criminologia

  • Ser detentor de uma formação académica (licenciatura ou equivalente legal), de acordo com a legislação em vigor, na área da criminologia ou em áreas científicas afins (e.g., direito, psicologia, economia, sociologia, antropologia, história, ciências policiais, ciências biológicas);
  • Alternativamente, ser detentor de um currículo escolar, científico e/ou profissional, que seja reconhecido como relevante na área da criminologia ou áreas afins, e que ateste capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico da UFP.

Engenharia Civil

  • Ser titular do grau de licenciado ou equivalente legal em Engenharia, preferencialmente em Engenharia Civil.

Engenharia Informática

  • Ser titular do grau de licenciado ou equivalente legal em Engenharia, preferencialmente em Engenharia Informática.

Fisioterapia

  • Ser detentor de uma formação académica (licenciatura ou equivalente legal), de acordo com a legislação em vigor, na área da fisioterapia;
  • Alternativamente, ser detentor de um currículo escolar, científico e/ou profissional, que seja reconhecido como relevante na área da fisioterapia ou áreas afins, e que ateste capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico da ESS-FP.

Psicologia Clínica e da Saúde

  • Ser titular do grau de licenciado ou equivalente legal em Psicologia;
  • Ser detentor de um currículo escolar, científico e/ou profissional reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela Coordenação de Ciclo e pela Direção da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Fernando Pessoa.

Psicologia da Justiça: Vítimas de Violência e de Crime

  • Ser titular do grau de licenciado ou equivalente legal em Psicologia;
  • Ser detentor de um currículo escolar, científico e/ou profissional reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela Coordenação de Ciclo e pela Direção da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Fernando Pessoa.

1.2. Finalistas:
Excecionalmente, podem também candidatar-se ao Mestrado em regime de continuidade, desde que, sejam finalistas de licenciaturas indicadas nas condições específicas mencionadas em 1.1.

2. A admissão dos segundos ciclos de estudos (mestrados) está sujeita às condições específicas, aos critérios de seleção e seriação e ao número limite de vagas autorizadas.

3. Critérios de seleção:
Os critérios de seleção e seriação respeitam o consignado no ponto 2 do artigo 3.º, previsto no regulamento nº 557/2018, de 17 de agosto.

a) Afinidade da área científica da licenciatura, ou equivalente legal, à área científica do 2.º CE a que se candidata;
b) Classificação final da licenciatura, ou equivalente legal;
c) Currículo académico, científico e profissional.

Observação: Nos casos em que o candidato não seja titular do grau de licenciado, o disposto na alínea b) corresponderá à média, arredondada às unidades, de todas as unidades curriculares concluídas e que constam da certidão que acompanha a candidatura.

ANO LETIVO 2021/22

VAGAS
» Número de vagas em oferta para a 2.ª fase de candidaturas (AQUI)

CRONOGRAMA:
» 1ª fase de candidaturas: até 19 de maio de 2021
» 2ª fase de candidaturas: 16 a 27 de agosto de 2021

* Não dispensa a consulta do Cronograma de Ingresso 2021/22 (PDF)

SUBMISSÃO DE CANDIDATURAS:
» Online: https://candidaturas.ufp.pt

CONSULTA DOS RESULTADOS:
» https://candidaturas.ufp.pt > Verificar candidatura

MATRÍCULAS:
» Os candidatos admitidos poderão realizar uma pré-matrícula online, que terá de ser validada presencialmente, no prazo definido no cronograma de ingresso.

As candidaturas são submetidas exclusivamente online (http://candidaturas.ufp.pt > Mestrado).

1. Documentação para os candidatos que concorrem como LICENCIADOS:

a) Certidão de disciplinas ou Suplemento ao Diploma;
b) Certidão de conclusão de licenciatura ou Diploma, com a nota final do curso (*);
c) Curriculum Vitae em Modelo Europass;
d) Elementos comprovativos das atividades mencionadas no CV, relevantes para o ciclo de estudos a que é apresentada a candidatura;
e) Carta de motivação (modelo livre);
f)  Documento de identificação fiscal (para a emissão de recibos);
g) Documento de identificação (**).

(*) No caso de habilitações estrangeiras:

i. Os candidatos têm de submeter uma declaração oficial, emitida pela Instituição de Ensino Superior que confere o grau académico, na qual esteja indicada a classificação final do mesmo (caso não conste em qualquer um dos documentos acima indicados) e a respetiva escala de classificação quantitativa utilizada (exemplo: de 0 a 100; nota mínima para aprovação: 50 valores). Caso esta declaração não seja apresentada, será considerada a classificação mínima de aprovação na escala portuguesa (10 valores). O mesmo se aplica a outros quaisquer certificados de habilitações ou diplomas submetidos na candidatura;
ii. Os diplomas/certificados que não estejam redigidos em português, inglês, francês ou espanhol devem ser acompanhados de uma tradução para Português, a qual deverá estar legalizada pelo agente consular português no País de origem do diploma/certificado ou legalizada pela Apostilha de Haia.
iii. Certificados de estabelecimentos de ensino de países extracomunitários:Para efeitos de candidatura, aceitam-se cópias simples dos certificados. Para a matrícula, será necessário entregar os certificados com que se apresentaram a concurso, sejam cópias ou originais, autenticados com a Apostilha de Haiano país de emissão dos documentos. Caso o país não tenha aderido à Convenção, os documentos terão de ser legalizados pelos serviços oficiais de educação desse país e pela respetiva autoridade diplomática portuguesa.

(**) Documento de identificação:
i.  Cidadãos da União Europeia: Cartão de Cidadão/Cartão de Identidade ou Passaporte;
ii. Cidadãos Extracomunitários: a residir em Portugal: Título de residência em Portugal emitido pelo SEF ou Visto de Estudante para Portugal; a residir no estrangeiro: Passaporte.

Notas:

  • Candidatos nacionais da União Europeia que não pretendam inserir cópia do documento de identificação deverão dirigir-se presencialmente ao Gabinete de Ingresso da Universidade Fernando Pessoa | Escola Superior de Saúde Fernando Pessoa, durante o horário de atendimento e dentro do prazo fixado para as candidaturas, munidos do original do documento;
  • Candidatos extracomunitários a residir no estrangeiro que sejam admitidos poderão efetuar uma pré-matrícula online, mas terão de apresentar um Visto de Estudante para Portugal para validar a matrícula dentro do prazo fixado no cronograma de ingresso.

2. Documentação para os candidatos que concorrem como FINALISTAS:

a) Certidão de disciplinas (UC) realizadas até à data;
b) Certidão atualizada, emitida pela Instituição de Ensino Superior que frequenta (*);
c) Curriculum Vitae em Modelo Europass;
d) Elementos comprovativos das atividades mencionadas no CV, relevantes para o ciclo de estudos a que é apresentada a candidatura (se aplicável);
e) Carta de motivação (modelo livre);
f)  Documento de identificação (**).

(*) Certidão atualizada, emitida pela Instituição de Ensino Superior que frequenta, com:
i. 
 
Designação da licenciatura e o ano curricular em que está inscrito em 2020/2021;
ii. A respetiva média atual na licenciatura – caso esta informação não seja incluída, será considerada a classificação de 10 valores (escala 0-20);
iii. Relação das unidades curriculares em falta para a conclusão da licenciatura. Este documento pode ser substituído pelo Diário da República que homologa o curso e no qual conste o plano de estudos da licenciatura;

No caso de habilitações estrangeiras:

i. Os candidatos têm de submeter uma declaração oficial, emitida pela Instituição de Ensino Superior que irá conferir o grau académico, na qual esteja indicada a classificação final do mesmo (caso não conste em qualquer um dos documentos acima indicados) e a respetiva escala de classificação quantitativa utilizada (exemplo: de 0 a 100; nota mínima para aprovação: 50 valores). Caso esta declaração não seja apresentada, será considerada a classificação mínima de aprovação na escala portuguesa (10 valores). O mesmo se aplica a outros quaisquer certificados de habilitações ou diplomas submetidos na candidatura;
ii. As certidões que não estejam redigidas em português, inglês, francês ou espanhol devem ser acompanhadas de uma tradução para Português, a qual deverá estar legalizada pelo agente consular português no País de origem do diploma/certificado ou legalizada pela Apostilha de Haia.

(**) Documento de identificação:
i. 
Cidadãos da União Europeia: Cartão de Cidadão/Cartão de Identidade ou Passaporte;
ii. Cidadãos Extracomunitários: a residir em Portugal: Título de residência em Portugal emitido pelo SEF ou Visto de Estudante para Portugal; a residir no estrangeiro: Passaporte.

Notas:

  • Candidatos que não pretendam inserir cópia do documento de identificação deverão dirigir-se presencialmente ao Gabinete de Ingresso da Universidade Fernando Pessoa | Escola Superior de Saúde Fernando Pessoa, dentro do prazo fixado para as candidaturas, munido do original do documento, durante o horário de atendimento;
  • Candidatos extracomunitários a residir no estrangeiro que sejam admitidos poderão efetuar uma pré-matrícula online, mas terão de apresentar um Visto de Estudante para Portugal para validar a matrícula dentro do prazo fixado no cronograma de ingresso.

Salvaguarda-se que:
Os alunos finalistas da UFP e da ESSFP ficam dispensados de entrega das certidões de UC, de inscrição no ano letivo em curso, da média das UC até ao momento e das UC em falta para conclusão do CE.

Os candidatos admitidos poderão realizar uma pré-matrícula online, que terá de ser validada presencialmente, no prazo definido no cronograma de ingresso.

Documentos necessários:

  • Cidadãos Extracomunitários:
    Visto de Estudante ou Cartão de Residência emitido pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal;
  • Fotografia (3 x 4 cm);
  • Comprovativo de proficiência da língua portuguesa*;
  • Boletim de matrícula (PDF);
  • Pagamento da matrícula e da propina.

* Aplicável aos candidatos de países cuja língua oficial não seja o português que sejam admitidos no mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde e no mestrado em Psicologia da Justiça: Vítimas de Violência e de Crime.

NOTA:
1. Estudantes que não entreguem esse comprovativo no ato da matrícula serão obrigatoriamente inscritos para frequência do curso de “Português para Estrangeiros”.
1.1. A duração do curso é de um ano letivo, sendo a aprovação necessária para poderem prosseguir para os estágios.
1.2. Os alunos realizarão um exame eliminatório no final do ano letivo, com recurso na época final e na época especial.
2. A frequência do curso está sujeita ao pagamento da respetiva taxa em vigor.

1. Normas adicionais: 

1.1. As candidaturas são submetidas exclusivamente online no site da UFP e dentro do período de candidatura estipulado no cronograma de ingresso.
1.1.1. Os documentos devem ser digitalizados de forma a permitir uma correta visualização, com os selos brancos ou carimbos dos diplomas/certificados académicos e dos documentos comprovativos das atividades mencionadas no CV claramente visíveis.

1.2. Para candidatos titulares de certificados de instituições de ensino da União Europeia: os Serviços Académicos poderão exigir a apresentação dos originais dos certificados e da tradução dos mesmos, autenticados nos termos anteriormente estipulados.

1.3. Para candidatos titulares de certificados de instituições de ensino extracomunitárias: a pré-matrícula feita online apenas será validada, para efeitos de frequência do curso, mediante a entrega, dentro do prazo indicado no cronograma de ingresso, de cópias ou originais dos diplomas/certificados estrangeiros com que se apresentaram a concurso autenticados com a Apostilha de Haia no país de emissão dos documentos. Caso o país não tenha aderido à Convenção, os documentos terão de ser legalizados pelos serviços oficiais de educação desse país e pela respetiva autoridade diplomática portuguesa.
1.3.1. A não entrega dos documentos no prazo indicado no cronograma de ingresso, implica a anulação da matrícula não isentando, no entanto, do pagamento das taxas escolares devidas até à data da anulação.

1.4. Para candidatos de nacionalidade extracomunitária residentes no estrangeiro: a pré-matrícula feita online apenas será validada, para efeitos de frequência do curso, mediante a apresentação de um Visto de Estudante para Portugal presencialmente no Gabinete de Ingresso da UFP/ESS-FP.
1.4.1. A não entrega desse documento no prazo indicado no cronograma de ingresso, implica a anulação da matrícula não isentando, no entanto, do pagamento das taxas escolares devidas até à data da anulação

1.5Para candidatos “finalistas”: ao preencherem o formulário de candidatura online, no campo reservado à indicação da classificação final de licenciatura, deverão indicar a média que consta da declaração descrita na alínea a) do ponto anterior.

 

2. Outras disposições: 

2.1. Os resultados das candidaturas serão comunicados por correio eletrónico, enviadas para o endereço eletrónico submetido pelo candidato na candidatura online, mas os candidatos consideram-se informados pelos resultados disponíveis no site da candidatura online, nos prazos indicados no cronograma de ingresso.

2.2. Pedidos de informação sobre as candidaturas deverão ser efetuados por email para ingresso@fundacaofernandopessoa.pt até às 14h00 (hora local) do penúltimo dia para submissão de candidaturas.

2.3. Salvaguarda-se que:
2.3.1. Não há reembolso de pagamentos efetuados;

2.3.2. Não é efetuada a devolução da documentação entregue;
2.3.3. As candidaturas que não sejam devidamente instruídas, conforme definido no ponto 4, serão liminarmente recusadas.
2.3.4. A abertura dos cursos obedece a um número mínimo de matrículas.

TAXAS ESCOLARES

TAXAS ESCOLARES – MESTRADOS 2021/22

Consulte o documento de Taxas Escolares adequado ao seu caso:

 

UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA

REGIME CONTINUIDADE

  • Mestrados 2021/22 UFP – Regime de continuidade (PDF)*
  • Mestrados 2021/22 UFP – Aluno externo e regime de tempo parcial (PDF)*

REGIME INTENSIVO

  • Mestrados 2021/22 UFP – Regime intensivo – edição julho (PDF)*
  • Mestrados 2021/22 UFP – Regime intensivo – edição janeiro (PDF)*


ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE FERNANDO PESSOA

REGIME CONTINUIDADE

  • Mestrados 2021/22 ESS-FP – Regime de continuidade (PDF)*
  • Mestrados 2021/22 ESS-FP – Aluno externo e regime de tempo parcial (PDF)*

REGIME INTENSIVO

  • Mestrados 2021/22 ESS-FP – Regime intensivo – edição julho (PDF)*
  • Mestrados 2021/22 ESS-FP – Regime intensivo – edição janeiro (PDF)*

* Não dispensa a consulta do documento de Normas Gerais Relativas ao Pagamento das Taxas Escolares na UFP/ESS-FP 2021/22, disponível na área de Regulamentos.