Sobre o Curso

Reconhecida a Competência em Gestão pela Ordem dos Médicos:

“…o Conselho Nacional, na sua reunião plenária de 26 de julho de 2021, homologou o parecer da Direção do Colégio de Competência em Gestão dos Serviços de Saúde, do qual resultou a atribuição de idoneidade à 4a Edição do MBA – Pós-Graduação em Gestão de Organizações e Serviços de Saúde a ser ministrado pela Universidade Fernando Pessoa no ano letivo 2021/2022, para efeitos de preenchimento do critério de acesso à Competência em Gestão dos Serviços de Saúde.”

 

ENQUADRAMENTO

O perfil demográfico da nossa população e a longevidade das sociedades contemporâneas, no Espaço Europeu e não só, têm vindo a incrementar as necessidades de diferentes e melhores cuidados de saúde, fazendo aumentar e segmentar a procura, sobrecarregando os sistemas de saúde, pondo a descoberto as suas debilidades e impreparação, para lidar com a complexidade e a imprevisibilidade de novas patologias associadas à degradação ambiental, e gerando desconfiança pela falta de transparência no crescimento exponencial e insustentável dos custos. Neste contexto, atualmente agravado pela pandemia da COVID 19, torna-se imperativo que os sistemas de saúde revejam a sua filosofia, a sua organização e avaliem com mais rigor e profundidade os seus desempenhos. Muitas das atenções têm-se centrado em políticas e processos voltados preferencialmente para a dimensão económico-financeira, com prejuízo da compreensão da natureza social, fundamental e específica dos cuidados de saúde e, por isso, menorizando a importância do seu planeamento e prestação.

Aliada à necessidade de compreensão da natureza cada vez mais tecnológica dos atos médicos e das práticas de cuidados, pretende-se com este curso relevar e partilhar os melhores conhecimentos científicos e técnicos disponíveis, para entender e procurar soluções para situações patológicas, realçando a importância do elemento humano na relação terapêutica com os utentes dos sistemas de saúde, garantindo-lhes mais qualidade, segurança e confiança num exercício clínico, ética, técnica e psicologicamente, mais preparado para lidar com a incerteza e para tomar decisões, baseadas na evidência, que tornem as probabilidades do prognóstico e do diagnóstico menos aleatórias. Esta realidade requer diferentes tipos de recursos, processos, ferramentas e modelos organizacionais, sendo importante que a aprendizagem e a prestação de cuidados, a partir de boas práticas, permitam ganhos de qualidade, baixem os custos, satisfaçam os doentes e as comunidades e melhorem, portanto, os resultados.

Este MBA, atento à importância destas novas realidades e à crescente cultura digital da organização dos sistemas de saúde, foca-se essencialmente no planeamento e gestão dos cuidados de saúde, cada vez mais requerentes duma aproximação científica de carácter inter e multidisciplinar.

 

OBJETIVOS

  • O MBA em Organização e Gestão da Saúde tem o objetivo global de contribuir para a formação de melhores decisores de políticas, de mais competentes gestores e quadros de serviços de saúde, habilitando-os a melhor compreender as mudanças e os desafios com que os sistemas de saúde, públicos e provados, estão hoje confrontados, por força da constante evolução e custos da tecnologia médica, da sofisticação dos meios de diagnóstico, de novas terapêuticas cujos preços põem em causa a universalidade do acesso às mesmas, enfim, da preocupante inversão da pirâmide demográfica que o nosso país, em particular, e a Europa, em geral, registam.
  • O MBA pretende, por um lado, proporcionar aos profissionais de saúde uma reflexão sustentada sobre os vários contextos em que exercem a sua atividade e, por outro lado, aprofundar e atualizar competências de gestão a atuais ou futuros gestores de Unidades de Saúde.
  • A crise do Estado Social, causada pelos défices demográfico e económico, com a consequente exiguidade das finanças públicas, obriga à procura de novos métodos e de técnicas, cada vez mais sofisticadas, para garantir mais eficiência com menos recursos, continuando, todavia, a promover a qualidade e a segurança na prestação de cuidados de saúde.
  • Nunca como atualmente foi tão imperativa a necessidade de mudança e de construção de um novo modelo em que a integração dos cuidados e as questões da humanização e do profissionalismo ocupem o lugar central que lhes é devido, sem todavia, descurar o quadro político e orçamental que as condicionam.


A QUEM SE DESTINA

» O MBA destina-se, preferencialmente, a médicos e aos profissionais de saúde mais diretamente envolvidos na prestação de cuidados, mas acolherá também outros diplomados que trabalhem, direta ou indiretamente, no setor da saúde.

REGIME DE LECIONAÇÃO
» Blended learning; Plataforma de e-learning: CANVAS.

DURAÇÃO
» 60 ECTS; 250 HORAS.

HORÁRIO
» Sextas-feiras: 18h00 às 22h00 e Sábados: 09h00 às 13h00

VAGAS
» 30.

ORGANIZAÇÃO E CERTIFICAÇÃO
» Universidade Fernando Pessoa.

 

Conteúdos Programáticos

UNIDADES CURRICULARES ECTS


Docentes: Dr. Eurico Castro Alves e Prof. Doutor João Casqueira
» 16h de aulas + 2 h de avaliação

1.1. Introdução à política de saúde.
1.2. As políticas da saúde, em Portugal.
1.3. As políticas da saúde no contexto europeu.
1.4. Direito social e de saúde.



Docentes: Dr. Eurico Castro Alves
» 16h de aulas + 2 h de avaliação

2.1. Conceito de sistema de saúde e seus objetivos.
2.2. Funções dos sistemas de saúde: eficiência e equidade.
2.3. Criação e evolução dos sistemas de saúde. Tipologia dos sistemas de saúde.
2.4. Sistema Nacional de Saúde e sua sustentabilidade.
2.5. Complementaridade, regulação e avaliação de sistemas de saúde.



Docentes: Prof. Doutor Agostinho Monteiro, Prof. Doutor Luís Martins e Prof. Doutor Rui Medeiros
» 16h de aulas + 2 h de avaliação.

3.1. Epidemias, pandemias e endemias.
3.2. Compromisso dos doentes, da família e da comunidade.
3.3. Envelhecimento e novos desafios na gestão da saúde.
3.4. Indicadores de saúde.
3.5. Fatores de risco.



Docentes: Prof. Doutor José Manuel Calheiros e Prof.ª Doutora Susana Teixeira
» 16h de aulas + 2 h de avaliação.

4.1. Antropologia médica.
4.2. Bioética e deontologia em cuidados de saúde.
4.3. Associações de doentes e responsabilidade social.



Docentes: Prof. Doutor António Ferreira
» 12h de aulas + 2 h de avaliação

5.1. Valor e literacia em saúde.
5.2. Medicina personalizada; modelos preditivo, preventivo e curativo.
5.3. Governance e inovação.
5.4. Inovação e accountability.



Docentes: Prof. Doutor Tiago Taveira e Prof.ª Doutora Fátima Rocha.
» 16h de aulas + 2 h de avaliação

6.1. A importância da medição em saúde.
6.2. Economia da saúde.
6.3. Gestão de operações.
6.4. Contratualização pública.



Docentes: Dr. Vítor Herdeiro
» 12h de aulas + 2 h de avaliação

7.1. Fontes de Financiamento.
7.2. Modelos de pagamento dos serviços.
7.3. O financiamento dos cuidados de saúde primários.
7.4. O financiamento dos hospitais.



Docentes: Prof. Doutor Silvério Cordeiro e Prof.ª Doutora Isabel Silva.
» 16h de aulas + 2 h de avaliação.

8.1. Recursos humanos em saúde: especialização, diferenciação e integração.
8.2. Inteligência emocional, motivação e comportamento organizacional.
8.3. Liderança e estratégia.
8.4. Competências de liderança para executivos.



Docentes: Prof.ª Doutora Sofia Gaio, Prof.ª Doutora Ana Salazar e Eng. José António Barros
» 16h de aulas + 2 h de avaliação.

9.1. Comunicação em Saúde.
9.2. Qualidade em Saúde.
9.3. Avanços na comunicação em Saúde.
9.4. Marketing de Empresas Farmacêuticas.



Docentes: Prof. Doutor Pedro Barata
» 4 h de aulas + 1 h de avaliação.

10.1. Estatuto e enquadramento regulamentar do medicamento.
10.2. O Processo de autorização de introdução no mercado de medicamentos.
10.3. Valor terapêutico e posicionamento no mercado do medicamento.
10.4. Financiamento do medicamento e Políticas de Saúde.
10.5. Inovação na Indústria Farmacêutica.



Docentes: Prof.ª Doutora Ana Povo
» 4 h de aulas + 1 h de avaliação.

11.1. Enquadramento científico regulamentar dos dispositivos médicos.
11.2. Desenvolvimento de dispositivos médicos.
11.3. Avaliação regulamentar de dispositivos médicos.
11.4. Inovação na Indústria dos Dispositivos Médicos.



Docentes: Prof.ª Doutora Eliana Souto
» 16 h de aulas + 1 h de avaliação.

12.1. Fundamentos e constrangimentos da investigação científica em Saúde.
12.2. Nanotecnologia, nanomedicina e medicina regenerativa.
12.3. Novos sistemas terapêuticos.



» 32 h.
13.1. Papel dos CRI (Centros de Responsabilidade Integrada) na organização hospitalar (2h): Dra. Fátima Carvalho.
13.2. Sistemas e auditoria da qualidade em saúde (2h): Prof. Doutor Álvaro Moreira da Silva.
13.3. Registos de saúde e proteção de dados (2h): Dr. Renato Magalhães.
13.4. Compliance em saúde (2h): Dra. Rita Moreira.
13.5. Lidar com a ansiedade (2h): Dr. Jaime Milheiro.
13.6. Consentimento informado e segredo médico (2h): Dr. Daniel Torres Gonçalves.
13.7. Responsabilidade disciplinar, civil, e penal (2h): Dr. Bolota Belchior.
13.8. Mudança de cima organizacional: o digital em Saúde (4h): Dr.ª Rita Veloso.
13.9. Literacia em saúde: uma nova dimensão para a inovação e desenvolvimento nos cuidados de saúde (4h): Prof. Doutor Joaquim Paulo Moreira.
13.10. Construção da confiança e gestão de conflitos (2h): Prof. Doutor Pedro Cunha.
13.11. Gestão dos risco clínico: infeções hospitalares e resistências antibióticas (2h): Prof. Doutor João Carlos Sousa.
13.12. Motivação e gestão de equipas de saúde (6h): Prof. Doutor João Moreira Pinto, Prof.ª Doutora Zélia Teixeira, Prof.ª Doutora Filomena Cardoso.



Coordenadores: Dr. Eurico Castro Alves e Dr. Miguel Sousa Neves.
» 8 h.


Coordenação

Coordenação científico-pedagógica:

» Dr. Eurico Castro Alves
» Dr.ª Rita Oliveira
» Prof.ª Doutora Ana Povo

Corpo Docente

» PERFIL DOS DOS DOCENTES | AULAS 



Médico, ex-Presidente do INFARMED, ex-Secretário de Estado da Saúde, Presidente da Convenção Nacional de Saúde.


Administrador Hospitalar, ex-Presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde de Matosinhos, Presidente da ACSS.


Médico Internista, Doutorado em Medicina, Professor aposentado da Faculdade de Medicina do Porto, ex-Presidente da Sociedade Portuguesa da Hipertensão, ex-Diretor Clínico do Hospital-Escola da Universidade Fernando Pessoa, Professor da UFP.


Médico de Saúde Pública, Doutorado em Antropologia Médica, ex-Diretor e Professor do curso de Medicina da UBI, Professor da UFP.


Medico Internista, Doutorado em Medicina, ex-Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar S. João, Professor da Faculdade de Medicina do Porto.


Médico Cardiologista, Doutorado em Medicina, ex-Diretor do Serviço de Cardiologia do Centro Hospitalar de Entre-Douro-e-Vouga, ex-Presidente da Sociedade Portuguesa de Hipertensão, ex-Diretor da Faculdade de Ciências da Saúde da UFP, ex-Diretor Clínico do Hospital-Escola da Universidade Fernando Pessoa, Professor aposentado da UFP, Coordenador do Serviço de Cardiologia do HE-UFP.


Doutorada em Nanotecnologia Farmacêutica, Professora da UFP.


Cirurgiã Geral e Doutorada em Medicina. Assistente Hospitalar do Centro Hospitalar e Universitário do Porto. Professora Auxiliar Convidada do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar.


Médico de MGF, Doutorado em Medicina, Professor da UFP.


Médico Interno de Patologia Clínica, Doutorado em Ciências Farmacêuticas, Professor da UFP.


Especialista em Virologia, Doutorado em Biologia Humana, Investigador do Centro de Investigação do IPO-Porto, Professor da UFP.


Doutorado em Políticas de Administração Pública, ex-Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia-Espinho, Professor da UFP.


Doutorado em Direito Social, Coordenador do Mestrado em Ação Humanitária e Cooperação Internacional, Professor da UFP.


Doutorada em Psicologia, Professora da UFP.


Doutorada em Gestão, Professora da UFP.


Doutorada em Gestão Industrial, Professora da UFP.


Doutorada em Economia, Professora da Universidade Fernando Pessoa.


Doutorada em Bioética, Professora da UFP.


Especialista de Comunicação em Organizações da Saúde.


»
PERFIL DOS DOS DOCENTES | SEMINÁRIOS


Doutorado em Health Management (Gestão das Organizações de Saúde), Editor do Internacional Journal of Healthcare Management, Professor da Escola Nacional da Saúde Pública, Professor da UFP.


Doutorado em Medicina, ex-vice Presidente da ERS, Professor da UFP.


Doutorado em Psicologia Social, Professor da UFP.


Cirurgião Pediátrico, Diretor Clínico do Hospital-Escola da Universidade Fernando Pessoa, Professor da UFP.


Doutorado em Microbiologia, Professor da UFP.


Doutorada em Psicologia Clínica, Professora da UFP.


Doutorada em Ciências da Enfermagem, Enf.ª Diretora do CHUSJ, Professora da Escola Superior de Saúde Fernando Pessoa..


Médico Psiquiatra e Ensaísta.


Médica Pediatra, Diretora de Serviço no CMIN.


Diretor dos Sistemas de Informação do IPO-Porto.


Vogal do CA do CPH.


Vogal do CA do CPH.



 

Condições de Candidatura

De acordo com os Estatutos da Universidade Fernando Pessoa – n.º 3, do artigo 5.º, do Aviso n.º 19673/2009, de 26 de Outubro – a instituição está autorizada a organizar cursos de pós-graduação a que correspondem certificados ou diplomas livremente definidos.

 

HABILITAÇÕES DE ACESSO

  • O MBA destina-se, preferencialmente, a médicos e aos profissionais de saúde mais diretamente envolvidos na prestação de cuidados, mas acolherá também outros diplomados que trabalhem, direta ou indiretamente, no setor da saúde.

DOCUMENTAÇÃO

– Diploma ou certificado comprovativo do grau académico (Consultar Observações 1.1, 1.2 e 1.3)*;
– Certidão de disciplinas (Consultar Observações 1.1, 1.2 e 1.3)*;
– Cópia autenticada do Cartão da Ordem Profissional, quando aplicável – consultar página do curso  (Consultar Observações 1.2 e 1.3)*;
– Curriculum Vitae (Modelo Europass);
– Elementos comprovativos das atividades indicadas no CV (originais ou fotocópias autenticadas – Consultar Observação 1.3)*;
– Boletim de Candidatura devidamente preenchido – não aplicável a candidaturas online;
– Cópia do documento de identificação fiscal (para emissão de recibos);
– Documento de identificação  da União Europeia | Cidadãos Extracomunitários: Visto de Estudante ou, no caso de já estar a residir em Portugal, Cartão de Residência emitido pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal;
– Pagamento da Taxa de Candidatura.

Observações:

1.1. Não aplicável a ex-alunos da UFP;
1.2. Documentos de estabelecimento de ensino:
1.2.1. Portugueses: cópia autenticada num notário, advogado, estação de correios ou Junta de Freguesia;
1.2.2. Estrangeiros: original ou cópia autenticada com a Apostilha da Convenção de Haia no país de realização do curso; caso o país não tenha aderido à Convenção, é aceite uma autenticação pelos serviços oficiais de educação desse país + respetiva autoridade diplomática portuguesa. A certidão de disciplinas deve também incluir a respetiva escala de notas quantitativa utilizada na avaliação curricular;
1.3. Documentos académicos ou profissionais devem ser emitidos em Português, Inglês, Espanhol ou Francês. Se emitidos noutra língua deverão ser traduzidos para uma das línguas aceites, por um tradutor reconhecido pela respetiva entidade diplomática (de acordo com a língua para a qual for traduzida);
1.4. Não é efetuada a devolução de documentação entregue;
1.5. A abertura dos cursos obedece a um número mínimo de matrículas.

Datas e Taxas Escolares

DATAS

» Candidatura: até 14 de OUT. 2021

» Resultados: a definir

» Matrículas: a definir


» 
Início do curso:
 22 de OUT. de 2021*
* A realização do curso obedece a um número mínimo de alunos.

 

TAXAS

» Taxa de Candidatura: 100€
» Taxa de Matrícula: 250

» Propina:

  • Pronto pagamento: 3.650€ (pagamento no ato da matrícula)
  • Prestações – 3.850 €, paga em 10 x 385€ (primeira prestação paga no ato de matrícula; restantes prestações pagas até ao dia 10 dos meses seguintes)

Ressalva-se::
– Não há reembolso dos pagamentos efetuados.
– Não dispensa a consulta das Normas Gerais Relativas ao Pagamento das Taxas Escolares na UFP.

Contactos

Gabinete de Ingresso
Universidade Fernando Pessoa
Praça 9 de Abril, 349 | 4249-004 Porto
ingresso@fundacaofernandopessoa.pt

» Átrio das Secretarias do Edifício Pedagógico – Sede

_



CandidatoProfissionalOutro


PortugalPaís UEOutro País