SOBRE O CURSO

Curso em regime b-learning (Blended Learning), sendo a maioria das aulas em modalidade à distância (síncronas e assíncronas) e alguns elementos da formação presencialmente (cerca de 10%)

A perturbação do espetro do autismo trata-se de uma perturbação do neurodesenvolvimento, cuja prevalência tem vindo a aumentar significativamente nos últimos anos (1/68), e que acarreta repercussões significativas na funcionalidade e participação na sociedade da pessoa com autismo. Uma das principais dificuldades prende-se com o desenvolvimento de uma comunicação funcional e efetiva que, quando não acontece, influencia muito negativamente o prognóstico e tem grandes implicações no sucesso académico, funcionamento social e futuro profissional.

Atualmente considera-se que o recurso à comunicação aumentativa e alternativa é fundamental para potenciar o sucesso na intervenção com esta população.

Este curso de Pós-Graduação da Universidade Fernando Pessoa possibilita ao formando aprofundar e praticar conhecimentos específicos nesta área, permitindo o desenvolvimento de competências que favoreçam um atendimento eficaz e com qualidade a esta população e respetivas famílias, de acordo com as orientações internacionais de prática baseada na evidência.

OBJETIVOS

  • Aprofundar conhecimentos, com articulação reflexiva e crítica, acerca das teorias e conceitos fundamentais relacionados com a PEA e CAA, conjugando o que nos diz a PBE e os conhecimentos adquiridos através da experiência
  • Aprofundar e debater as diferentes abordagens delineadas para a intervenção com pessoas com PEA e suas famílias, com recurso (ou não) à CAA
  • Adquirir conhecimentos necessários para uma prática clínica diferenciada na correta avaliação e planeamento da intervenção com pessoas com PEA e suas famílias
  • Potenciar o raciocínio clínico critico, baseado nos conhecimentos adquiridos e discussão de casos clínicos
  • Promover um espírito científico crítico que possibilite a implementação de projetos de investigação aplicada a esta temática
  • Desenvolver competências éticas, com base em valores pessoais e profissionais, que pautem a intervenção/investigação delineada junto desta população

A QUEM SE DESTINA
Terapeutas da Fala, Terapeutas Ocupacionais, Fisioterapeutas, Psicólogos, Educadores de infância, Professores, Profissionais de Intervenção Precoce.

MODALIDADE DE ENSINO
A modalidade de ensino deste programa de pós-graduação será por b-learning (Blended Learning), sendo a maioria das aulas em modalidade à distância (síncronas e assíncronas) e alguns elementos da formação presencialmente (cerca de 10%).

Deste modo, contaremos com momentos de lecionação e discussão por videoconferência, aulas transmitidas à distância, tutorias individuais presenciais ou por videoconferência. Os materiais didáticos serão disponibilizados por elearning.

Esta modalidade de ensino, entre outras vantagens, permite uma maior flexibilidade no processo ensino-aprendizagem, permitindo a cada formando gerir alguns momentos relacionados com a sua formação de acordo com o que mais se adapta à sua realidade. Possibilita também ter um acompanhamento individualizado, de acordo com as suas necessidades e os desafios que se lhe coloquem, através de tutorias individuais e /ou em grupo.

DURAÇÃO
2 semestres – 60 ECTS
30 Semanas Letivas

CALENDÁRIO E HORÁRIO
de Novembro de 2020 a Julho de 2021
Pós-laboral | Sexta feira das 17:00 às 23:00 e Sábado das 9:00 às 13:00 (aulas síncronas)
Ocasionalmente podem existir aulas noutros horários

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
Cada unidade curricular será avaliada através da participação e um pequeno trabalho escrito (individual ou em grupo). A unidade curricular de projeto final será avaliada através da entrega de um trabalho individual em formato de artigo cientifico. Cada uc terá ponderação de 1 valor para a média final, com exceção da uc “Discussão de casos clínicos com recurso à PBE” que terá a ponderação de 3 valores, e da uc “Seminário de projeto/Projeto final” que terá a ponderação de 5 valores.

MÓDULOS/CURSOS CURTA DURAÇÃO

Módulos integrados na Pós-Graduação em Perturbação de Espectro do Autismo e Comunicação Aumentativa e Alternativa, correspondendo a unidades curriculares da mesma, que podem ser frequentadas de forma isolada:

Perturbação do Espetro do Autismo: Conceito e Avaliação
(8 ECTS)
investimento: 220€

Comunicação e linguagem nas Pessoas com Perturbação do Espectro do Autismo
(9 ECTS)
investimento: 250€

Características Sensoriais das Pessoas com Perturbação do Espectro do Autismo
(7 ECTS)
investimento: 220€

Programas de intervenção para pessoas com PEA
(9 ECTS)
investimento: 220€

Comunicação Aumentativa e Alternativa e PEA
(9 ECTS)
investimento: 250€

PLANO DE ESTUDOS

UNIDADES CURRICULARES ECTS

– Evolução do conceito de PEA
– Epidemiologia
– Etiologia
– Comorbilidades

– Abordagens neurocognitivas explicativas do autismo
– Teoria da Mente
– Funções Executivas
– Teoria da Coerência Central

– Diferentes abordagens de avaliação e instrumentos de avaliação
– Diferentes tipos de avaliação: baseada no jogo, baseada nas rotinas, formal; informação parental
– Procedimentos de avaliação recomendados na PEA
– Avaliação do desenvolvimento geral e cognitivo
– Instrumentos de avaliação específicos para PEA: M-CHAT; CARS2; ADI-R, ADOS; PEP3

– Período pré-intencional
– Prelinguístico intencional
– Primeiras palavras
– Combinações de palavras
– Frases
– Conversação
– Competência comunicativa

– Processamento sensorial
– Disfunção do processamento sensorial

– Introdução ao conceito CAA
– Avaliação e intervenção com CAA
– Produtos de apoio
– Literacia e CAA
– Práticas Centradas na Família e CAA
– Evidencia científica

– Introdução ao continuum de modelos de intervenção
– Programas de intervenção nas PEA: ABA; Denver; PECS; IMPACT; SCERTS; PEER-PLAY; TEACH; SOCIAL STORIES; PROSCIG; PROMPT; ABLC; SON RISE; PRT.
– Discussão geral dos programas de intervenção

Avaliação na função alimentar em crianças com PEA: especificidades desta população
– Programas de intervenção na terapia alimentar
– Estratégias de integração sensorial na alimentação na pessoa com PEA

UNIDADES CURRICULARES ECTS

– Metodologias de investigação qualitativa e quantitativa
– Ética em investigação em saúde

– Envolvimento e atenção conjunta
– Iniciativa, responsividade e intencionalidade
– 5 way communication
– Transição para a linguagem simbólica
– Linguagem complexa e pragmática
– Linguagem escrita
– Competências sociais e de comunicação para adolescentes e adultos
– Estratégias para pais e profissionais

– Nutrição e PEA
– Intervenção em meio aquático
– Terapia assistida por animais – cavalos
– Musicoterapia

– Intervenção de integração sensorial para crianças com PEA
– Intervenção psicomotricidade para crianças com PEA
– Estratégias para pais e profissionais

– Avaliação em equipa
– Instrumentos de avaliação específica
– Estratégias de intervenção específica
– Novas tecnologias
– Estratégias para pais e profissionais

– O percurso da Pessoa com PEA
– Inclusão escolar
– Vida profissional
– Autonomia

– Prática Baseada na Evidencia: conceito, princípios orientadores e limites
– Prática baseada na evidencia
– Pratica baseada na evidencia na PEA
– Prática baseada na evidencia da CAA na PEA
– Discussão de casos

Elaboração de um trabalho científico

 

CORPO DOCENTE

Alexandra Fernandes
Terapeuta Ocupacional 
Pós-graduação em Integração Sensorial para Terapeuta Ocupacionais
Pós-graduação sobre o Tratamento do Neurodesenvolvimento (bobath)
Certificação como clínica do programa dir-floortime
Vasta experiência a intervir com crianças e jovens com perturbações do espetro do autismo

Ana Catarina Gaspar
Licenciada em Terapêutica da Fala pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Mestre em Educação Especial no ramo de Intervenção Educativa Precoce no Instituto de Estudos da Criança da Universidade do Minho
Doutoranda em Estudos da Criança na especialidade de Educação Especial pela mesma universidade
Desde 2004, é Terapeuta da Fala, formadora e orientadora de estágios no Psikontacto e na Clínica Pediátrica Getting it, pediatria e desenvolvimento

Ana Costa
Doutorada em Psicologia do Desenvolvimento e da Educação, na Universidade de Santiago de Compostela
Diploma de Estudos Avançados na área de Psicologia Evolutiva e da Educação, pela Universidade de Santiago de Compostela
Mestrado em Psicologia na área de especialização de Motivação e Aprendizagem, pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
Diploma Universitário de Especialização em Ciências da Educação (DUECE), na área de Educação Especial, na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação de Lisboa
Licenciatura em Psicologia Educacional, pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Especialista em: Psicologia Clínica e da Saúde; Psicologia da Educação
Especialidades avançadas: Necessidades Educativas Especificas; Psicologia Vocacional e Desenvolvimento da Carreira
Co-autora de artigos sobre a temática da PEA
Acompanhamento, no Hospital Escola, de crianças com PEA

Ana Filipa Martins
Terapeuta da Fala
Licenciada em Terapêutica da Fala pela Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico do Porto
Mestre em Educação Especial ramo Intervenção Precoce pela Universidade do Minho
Pós-graduada em Neuropsicologia Clínica e no Tratamento do Neurodesenvolvimento Bobath
Professora adjunta convidada da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico do Porto
Terapeuta da Fala no Centro de Reabilitação da Associação do Porto de Paralisia Cerebral

Ana Isabel Aguiar
Sócia fundadora do Elos, núcleo de terapia, educação, formação e investigação, onde exerce funções de Psicóloga e de Diretora Clínica
Realizou mestrado e doutoramento na área das Perturbações do espetro do Autismo, na Faculdade de Psicologia da Universidade do Porto Tem-se dedicado essencialmente à intervenção e à formação, assim como à investigação no domínio da intervenção psicoeducacional nas alterações do desenvolvimento, com particular enfoque nas perturbações do espetro do autismo

Ana Leal
Licenciada em Terapia da Tala, título de especialista em Terapia da Fala
Mestrado em Ciências da Fala e da Audição
Exerce funções de Terapeuta da Fala no Pin – Progresso Infantil, no âmbito da avaliação, diagnóstico e intervenção com crianças e jovens com perturbações do desenvolvimento; intervenção com crianças, famílias e agentes educativos no núcleo das perturbações do espetro do autismo  
Défices cognitivos; avaliação (certificicação adi-r, ados-2), diagnóstico e intervenção (certificação floortime, pecs, prompt e oroplacement therapy) com crianças e jovens com perturbações do espetro do autismo e défices cognitivos

Ana Luísa Martins
Terapeuta da Fala
Licenciada em Terapêutica da Fala pela Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico do Porto
Pós-graduada em Comunicação Aumentativa e Alternativa e Tecnologias de Apoio
Terapeuta da Fala no centro de reabilitação da Associação do Porto de Paralisia Cerebral
Responsável pelo serviço de tecnologias de apoio para a comunicação e acesso à informação da APPC

Ana Peixoto
Doutoranda pela Universidade de Aveiro em Ciências e Tecnologias da Saúde
Título de especialista 
2º ciclo da licenciatura bietápica em Terapêutica da Fala, ESTSP
Bacharelato em Terapêutica da Fala, ESTP
“it takes two to talk – the hanen program for parents”, Hanen Center, Londres
Curso de tnd bobath – baby course, Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto

Catarina Barbosa
Licenciatura em Terapia Ocupacional pela Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Porto
Certificação em Integração Sensorial pela 7senses em parceria com a Western Psychological Service -WPS
Formação no Modelo DIR/Floortime nível 101 pelo ICDL
Experiência na avaliação e intervenção com crianças e jovens com PEA em contexto escolar, clínico e hospitalar
Terapeuta Ocupacional no departamento de Pedopsiquiatria do Centro Hospitalar e Universitário do Porto 

Cláudia Silva
Nutricionista
Doutorada em Biologia Humana (Epidemiologia)
Coordenadora do 1º Ciclo de Ciências da Nutrição da FCS-UFP

Débora Elijah
Doutoramento em Psicologia na Universidade de Fernando Pessoa, Mestrado em Neuropsicologia na Universidade Católica de Louvain, na Bélgica e licenciatura em Psicologia na Universidade Fernando Pessoa
No Brasil obteve graduação em Educação e Pós-Graduação Psicopedagogia na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
No Brasil fez investigação acerca de ambientes estruturados e não estruturados para crianças com PEA e contou com o apoio do Governo Brasileiro
Fundadora do CIAPEMA, um centro de pesquisa e intervenção para jovens de alto funcionamento com PEA e altera de comunicação relacionados
Pesquisadora-chefe do grupo de Psicologia Cognitiva de Processos coordenado pelo professor Milton Madeira, da Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Na Antuérpia foi diretora-conjunta do Tikvatenu, um centro para crianças, jovens e adultos com Necessidades Especiais
Desenvolveu o programa PROSCIG© ‘, um programa de intervenção com 3 áreas principais: percepção social, autorregulação e resolução de problemas sociais
Fundadora e diretora do “Elijah Social Cognitive Skills Centre”. Este centro  ganhou o prêmio” Best Micro-placement host from City University “ ( 2019) e “Best Child support service” (2019/2020) by the Prestige Awards London
Autora do livro “Cérebro: A Mente Cognitiva Social na Promoção das Competências Psicossociais em Grupo de Pares”

Dulce Moreira
Licenciada em Psicopedagogia pela Universidade Lusófona do Porto
Especializada em música nos hospitais pela Orquestra Metropolitana de Lisboa e Universidade Estrasburgo
Pós-graduada em musicoterapia pela Universidade Cádiz e Escola Superior Educação do Porto
Mestre em Educação Especial: Multideficiência e Problemas de Cognição
Com experiência em intervenção em serviços de pediatria e geriatria, através da associação portuguesa de música nos hospitais. Experiência como musicoterapeuta em unidades de apoio integrado à multideficiência e em contexto de gabinete. Fundadora do projeto educativo e performativo o som do algodão. Formadora acreditada pelo conselho cientifico-pedagógico da formação contínua (ccpfc/rfo – 34844/14)

Fátima Maia
Licenciada em Terapia da Fala pela Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Porto
Pós-graduada em Neuropsicologia Clínica, em Educação Especial (Intervenção Precoce) e em Tratamento do Neurodesenvolvimento segundo o conceito Bobath
Doutorada em Estudos da Criança – Área de Especialidade: Educação Especial, pela Universidade do Minho
Terapeuta da Fala na Associação de Paralisia Cerebral de Braga, destacada para Equipa Local de Intervenção Precoce (SNIPI)
Professora Auxiliar na Universidade Fernando Pessoa, onde exerce funções de docência desde 2013, e coordenação do 1º ciclo de estudos em Terapia da Fala. Membro do Centro de Estudos em Ciências Sociais e do Comportamento (FP-B2S)
Coordenadora do Departamento de Linguagem na Criança da Sociedade Portuguesa de Terapia da Fala

Helena Reis
Doutorada em Estudos da Criança, especialidade de Educação Especial, no Instituto de Educação da Universidade do Minho
Mestre em Educação Especial com especialização em Intervenção Precoce pelo Instituto de Estudos da Criança na Universidade do Minho
Especialista em Terapia e Reabilitação- Terapia Ocupacional
Pós graduada em “integração sensorial pela Cooperativa de Ensino Superior e Politécnico Universitário (CESPU)
Especializou-se na área da “integração sensorial” pela USC/WPS incluindo a administração e interpretação da “sensory integration and praxis test (SIPT)
Formação em “infancy and early childhood training course: the basic course on the dir/floortime model
Professora adjunta convidada pelo Instituto Politécnico de Leiria, na Escola Superior de Saúde
Professora convidada  no Mestrado de Terapia Ocupacional pela Escola Superior de Saúde do Alcoitão

Isabel Varela
Licenciatura em Terapêutica da Fala pela Escola Superior de Tecnologias e Saúde do Porto Pós-graduação em Intervenção Precoce pela Universidade do Minho.
Terapeuta da Fala no Centro de Estudos Apoio Criança e Família – CEACF /APPDA-Norte desde 2005
Coordenadora do Centro de Estudos Apoio Criança e Família – CEACF /APPDA-Norte desde Janeiro de 2018
Terapeuta da Fala na Getting It – Pediatria e Desenvolvimento Lda. – desde 2008
Certificação em programas de intervenção na área do autismo, como “The Basic Course on the DIR®/ Floortime™ Model”; “SCERTS model”;  ABLC (Affect Based Language Curriculum) – Programa de Linguagem inserido no modelo DIR-Floortime; “Orientações Clínicas para o sucesso na Alimentação” e “Integração Sensorial na Alimentação”

Joana Rocha
Terapeuta da Fala
Licenciada pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Mestre em Ciências da Fala e da Audição pela Universidade de Aveiro
Doutora em Psicologia pela Universidade de Aveiro
Exerce funções de docência na Universidade Fernando Pessoa
Para além disso, exerce funções de educadora clínica, revisor científico (na sua área de especialização) e é autora/co-autora de publicações em revistas nacionais e internacionais

João Canossa Dias
Terapeuta da Fala, Formador e Consultor, com experiência nacional e internacional
Exerce funções como Diretor Técnico de Reabilitação e Terapeuta da Fala na ARCIL e como consultor em entidades em Portugal e no estrangeiro, integrando os corpos sociais da Sociedade Portuguesa de Terapia da Fala
Colabora como professor assistente convidado na Universidade de Aveiro e na Universidade do Algarve
Licenciado em Terapia da Fala pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto e mestre na área das Ciências da Educação pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra. Detém Master of Science em Processos Complexos Comunicação pela Universidade de Groningen e Título de Especialista em Terapia da Fala pela Universidade de Aveiro
Especializou-se em Literatura para a Infância na Universidade Autónoma de Barcelona. É Doutorando em Ciências a Cognição e da Linguagem na Universidade Católica de Lisboa
Ao longo do tempo, diversificou a sua formação profissional e académica e investiu no estudo de metodologias e intervenção especializadas. É autor de material didático para empresas como a Cnoti, SpeakInMotion, AREAL Editores e ARCIL, encontrando na temática das perturbações e dos processos complexos de comunicação uma área atuação e investigação que pretende continuar a explorar

João Alcobia Torres
Licenciado em Terapia da Fala pela Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal (2010)
Pós-Graduado em Intervenção Multidisciplinar nas Perturbações do Espetro do Autismo pelo Instituto CRIAP (2017)
Coordenador Clínico e Terapeuta da Fala na Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e Autismo sediada em Setúbal (APPDA-Setúbal), desde 2015
Vice-Presidente da Associação Portuguesa de Terapeutas da Fala (APTF) (2019-2021) e parte dos Órgãos Sociais desde 2011
Bolseiro de investigação científica no Projeto Vocologia do Fado pela Universidade de Aveiro (IEETA) e financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian (2013-2014)
Estágio curricular em Fonoaudiologia na Universidade de São Paulo (FOFITO) através de intercâmbio de 6 meses no projeto de Bolsas Luso-Brasileiras do Santander Universidades (2010)
Experiência clínica com crianças, jovens e adultos com Perturbação do Espetro do Autismo e suas famílias/cuidadores
Prática privada em instituições escolares públicas e privadas e integração em Equipas Multidisciplinares de Apoio à Educação Inclusiva com diversos profissionais
Vasta experiência na organização de congressos, formações, simpósios e outros eventos nacionais e internacionais de cariz científico, pedagógico e multidisciplinar na área da Terapia da Fala em Portugal

José Lumini
Fisioterapeuta pela Escola Superior de Saúde do Porto, osteopata pela Swansea University, UK e acupuntor
Com uma experiência clínica de 18 anos, tem-se dedicado, mais recentemente, à prática clínica integrativa, incorporante diferentes áreas de conhecimento
Professor Auxiliar da Licenciatura e Mestrado em Fisioterapia, na Faculdade de Ciências da Saúde na Universidade Fernando Pessoa, é também professor convidado no Doutoramento de Fisioterapia e Atividade Física e Saúde, nos Mestrados de Atividade Física e Saúde e Atividade Física para a Terceira Idade, da Faculdade de Desporto, da Universidade do Porto e membro da comissão técnica do doutoramento em Engenharia Industrial, Design e Tecnologia para a Medicina e Desporto
Autor de várias publicações
Membro do Centro de Investigação em Atividade Física Saúde e Lazer e colaborador do LABIOMEP da Universidade do Porto
Possui experiência internacional de conceitos  como o Dynamic Tape™ e de Smart Tools™

Luísa Taveira
Licenciada em Terapia da Fala pela Escola Superior de Saúde de Alcoitão
Mestre em Terapia da Fala na área de Patologia da Linguagem pela Universidade Católica Portuguesa
Professor adjunto na escola superior de saúde de Alcoitão
Coordenadora da área científica de Necessidades Complexas de Comunicação (NCC) do Mestrado em Terapia da Fala ESSA/EPAP
Consultora para a área das necessidades complexas de comunicação trabalhando em colaboração com diferentes estruturas de ensino e reabilitação
Responsável por candidaturas e respetivo acompanhamento de projetos no âmbito da comunicação aumentativa, tecnologias de apoio, emergência da literacia e acessibilidade cognitiva
Colabora em projetos nacionais e internacionais no âmbito das tecnologias de apoio e NCC
Certificada pela concelho científico-pedagógico de formação contínua para as áreas de educação especial e tecnologias educativas
Tem experiência de intervenção na área das necessidades complexas de comunicação nas  perturbações do desenvolvimento neuromotor: paralisia cerebral, multideficiência, autismo e perturbações do desenvolvimento da linguagem e  perturbações específicas da aprendizagem e em adultos com situações neurológicas que envolvam alterações linguísticas e cognitivo-comunicativas

Marta Samúdio
Terapeuta Ocupacional
Licenciada em Terapêutica Ocupacional pela Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Porto
Pós-graduada em Integração Sensorial e Pós-graduada no Tratamento do Neurodesenvolvimento – Bobath 
Terapeuta Ocupacional no Centro de Reabilitação da Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC)
Responsável pelo serviço de Tecnologias de Apoio para a Comunicação e Acesso à Informação da APPC

Pedro Pestana
Doutor em Desenvolvimento e Perturbações da Linguagem
Licenciado em Terapêutica da Fala
Exerce funções clínicas na sua prática privada “PMP Terapia”, no Instituto São João de Deus – Unidade de Cuidados Continuados da Gelfa e no Hospital de Esposende – Unidade de Cuidados Continuados
É investigador independente e formador nas suas áreas de interesse: voz falada e cantada, intervenções assistidas por animais
É membro do Collegium Medicorum Theatri (COMET) e da American Hippotherapy Association (AHA)
Faz parte do departamento de voz da Sociedade Portuguesa de Terapia da Fala (SPTF) e da Comissão de Boas Práticas da Associação Portuguesa de Terapeutas da Fala (APTF)
Tem sido orador em eventos científicos internacionais e nacionais

Rita Alegria
Terapeuta da Fala
Licenciada pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Encontra-se no último ano do doutoramento em Desenvolvimento e Perturbações da Linguagem, Especialidade Perturbações da Linguagem da Universidade Fernando Pessoa
Professora Assistente da Universidade Fernando Pessoa
A sua pesquisa concentra-se na terapia da fala em meio aquático. Para além disso, os seus papéis incluem o de: supervisor clínico, revisor científico (na sua área de especialização), palestrante convidado em congressos / workshops nacionais e internacionais e é autora/co-autora de publicações em revistas nacionais e internacionais

Susana Marinho
Licenciada em Psicologia pela FPCE – Universidade do Porto
Mestre em Psicologia (especialização em Psicologia da Educação Especial)
Doutora em Psicologia (especialização em Psicologia da Educação), no domínio dos problemas emocionais e do comportamento pela EPSI – Universidade do Minho
Pós-graduação em Perturbações do Desenvolvimento Infantil
Instrutora certificada no Programa Still Quiet Place (A. Saltzman)
Professora auxiliar na Universidade Fernando Pessoa, membro da Coordenação do Mestrado em Ciências da Educação: Educação Especial; co-coordenadora do Eixo Clínico e Comunitário da Clínica Pedagógica de Psicologia da UFP, consulta de crianças e adolescentes
Publicações de artigos e capítulos de livros no domínio das problemáticas da Infância, adolescência e parentalidade

Tânia Dias
Licenciada em Terapêutica da Fala pela ESTSP – IPP (2001)
Terapeuta da Fala no Serviço de Pediatria
Coordenador da Terapia da Fala na Unidade Local de Saúde de Castelo Branco, EPE
Coordenadora da Consulta de Disfunção Alimentar Pediátrica – ULSCB, EPE
Secretária do Conselho Técnico dos TSDT da ULSCB, EPE
Conselheira de Aleitamento Materno
Mestre em Educação Especial – Domínio Cognitivo-Motor pela ESE- IPCB
Docente no IEPAP – Especializações de MOF e Disfagia Orofaríngea; parcerias com a Escola Superior de Saúde de Alcoitão, FUB-Manresa; Universidad Complutense de Madrid
Formadora e Palestrante em Espanha e Portugal nas áreas de disfagia infantil e aversão e seletividade alimentar.

Vânia Martins
Licenciatura em Medicina pela Faculdade de Medicina do Porto
Formação teórica em Terapia Familiar pela Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar
Assistente hospitalar graduada de Pedopsiquiatria no serviço 0-12 anos do departamento de Pedopsiquiatria, Centro Hospitalar do Porto
Assistente hospitalar graduada de pedopsiquiatria na unidade de 1ª infância, departamento de Pedopsiquiatria, Centro Hospitalar do Porto
Internato complementar no departamento de Pedopsiquiatria do Hospital Maria Pia
Internato geral no Hospital de São João
Intervenção e avaliação nas perturbações do espectro do autismo: floor-time (programa dir), escalas ados e adi-r
Líder de grupos de treino parental do programa “anos incríveis”, básico (2-8 anos) e bebés (1º ano de vida)
Colaboração em diversos trabalhos de investigação na área das perturbações do espectro do autismo e problemas de comportamento
Trabalhos publicados sob o formato de artigos científicos e livro

Vânia Peixoto
Terapeuta da Fala
Licenciada pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Mestre em Psicologia do Desenvolvimento – Multideficiência
Ao longo do tempo, diversificou a sua formação profissional, investindo no na formação e estudo de metodologias intervenção especializadas no autismo, como DIR – Floortime, SCERTS, imPACT, TPBA-TPBI. Vasta experiência a intervir com crianças e jovens com perturbações do espetro do autismo
Para além disso, exerce funções de docência na UFP, assim como de supervisor clínico, revisor científico (na sua área do autismo), palestrante convidado em congressos / workshops nacionais e internacionais e é autora/co-autora de publicações em revistas internacionais e edições nacionais

COORDENAÇÃO

Coordenação Científica: Profª Doutora Deborah Elijah • Profª Doutora Fátima Maia • Mestre Vânia Peixoto

Coordenação Pedagógica:  Profª Doutora Fátima Maia •  Mestre Vânia Peixoto

Envie o formulário para ser contactado.



CandidatoProfissionalOutro


PortugalPaís UEOutro País













CANDIDATURAS

Academia FP
Praça 9 de Abril, 349 | 4249-004 Porto
e-mail: academia@ufp.edu.pt

DOCUMENTOS PARA CANDIDATURA
– Ficha de Inscrição
– Diploma ou certificado comprovativo do grau académico
– Curriculum Vitae
– Cópia do documento de identificação fiscal (para emissão de recibos);
– Documento de identificação  da União Europeia | Cidadãos Extracomunitários: Visto de Estudante ou, no caso de já estar a residir em Portugal, Cartão de Residência emitido pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal

datas e custos

Datas:
Início do Curso – Sessão de abertura: 20 de Novembro de 2020

TAXAS (*) (**) (***)
Taxas de Candidatura: 50€
Taxa de Matrícula: 150€
Propina: 1080€

Notas:
(*) Não há reembolso dos pagamentos efetuados
(**) Não dispensa a consulta das Normas Gerais Relativas ao Pagamento das Taxas Escolares na UFP
(***) Isenção de taxa de matrícula para Antigos Alunos UFP