SOBRE O CURSO

O curso de Pós-graduação em Supervisão Clínica em Enfermagem está acreditado pela Ordem dos Enfermeiros, para efeitos de Qualificação Profissional e para acesso à atribuição da competência acrescida diferenciada e avançada em Supervisão Clínica, com a atribuição de 3,5 Créditos de Desenvolvimento Profissional (CDP).

O exercício da Supervisão Clínica em Enfermagem é determinante para assegurar um suporte efetivo e integral na relação supervisiva, garantindo a qualidade no processo de acompanhamento e desenvolvimento de competências pessoais e profissionais, para a construção crítico-reflexiva e consolidação da identidade profissional. Assim, esta constitui-se, através do desenvolvimento de competências, como uma componente efetiva e de suporte para a promoção da segurança e da qualidade dos cuidados prestados, visando a obtenção de ganhos em saúde (Regulamento n.º 366/2018).

A Ordem dos Enfermeiros acredita, por candidatura, a idoneidade formativa dos contextos da prática clínica (Regulamento n.º 558/2017), ou seja, reconhece os contextos da prática clínica de âmbito nacional que possuem um ambiente favorável ao desenvolvimento de processos formativos em Enfermagem organizados pela Ordem dos Enfermeiros. Contudo, de acordo com o Referencial de Avaliação da Idoneidade Formativa, para que um contexto da prática clínica possa ser acreditado é essencial que este disponha, no mínimo, de dois enfermeiros em processo de atribuição de competência acrescida em supervisão clínica por parte da Ordem dos Enfermeiros.
 

Ainda que não se trate, em alguns casos, de um requisito obrigatório, a realização de formação pós-graduada em Supervisão Clínica, em instituição do Ensino Superior, com um mínimo de 30 ECTS, trata-se de uma das vias mais comuns para a obtenção da competência acrescida em Supervisão Clínica. Assim, e para tal, este curso vai desenvolver-se tendo em conta as linhas orientadoras da Ordem dos Enfermeiros e a mais atual evidência científica.

OBJETIVOS
Objetivo geral: Desenvolver, no profissional de Enfermagem, conhecimentos no domínio da Supervisão Clínica de estudantes e de enfermeiros.

Objetivos específicos:
– Dotar os enfermeiros de conhecimentos para a tutoria de estudantes de Enfermagem em estágio;
– Dotar os enfermeiros de conhecimentos para a orientação/supervisão de estudantes de Enfermagem em estágio;
– Dotar os enfermeiros de conhecimentos para a supervisão de pares.

DESTINATÁRIOS
Enfermeiros

DURAÇÃO
30 ECTS | 6 meses | de 9 OUT 2020 a 10 ABR 2021

HORÁRIO*
Sextas-feiras: 17:00 – 21:00 e Sábados: 09:00 – 13:00 e 14:00 – 18:00
* Pontualmente poderá haver lugar a aulas às quintas-feiras (17:00 – 19:00)

VAGAS
O curso tem um máximo de 25 vagas, estando a sua abertura sujeita a um número mínimo de 10 candidatos.

AVALIAÇÃO E CERTIFICAÇÃO
Os elementos de avaliação que permitirão a certificação serão de natureza diversa e incluem:

  1. Frequências e/ou trabalhos escritos – aproveitamento positivo (mínimo de 9,5 valores) a todas as unidades curriculares teóricas / teórico-práticas
  2. Ensino Clínico – aproveitamento positivo (mínimo de 9,5 valores) na unidade curricular de ensino clínico
  3. Assiduidade – a presença mínima em 50% do tempo estabelecido como horas de contacto para aulas teóricas, teórico-práticas ou seminários, e em 90% do tempo estabelecido como horas de estágio.

ORGANIZAÇÃO
O curso é promovido pela Escola Superior de Saúde Fernando Pessoa. 

Plano de Estudos

UNIDADES CURRICULARES ECTS

Conceção dos Estudantes sobre as Práticas de Enfermagem
Conceção dos Profissionais sobre as Práticas de Enfermagem
O Processo de Enfermagem e a Linguagem Classificada
Boas Práticas na Prestação de Cuidados de Enfermagem

Princípios da Ética e da Bioética
A Deontologia Profissional de Enfermagem
Prática Profissional Ética e Deontológica em Supervisão Clínica
Impasses Éticos e Deontológicos inerentes ao Processo Supervisivo

A Formação em Enfermagem
Caraterísticas Pessoais e Profissionais do Supervisor Clínico
Potenciação do Desenvolvimento Pessoal e Profissional do Supervisado
A Supervisão Clínica enquanto Processo Dinâmico, Interpessoal e Formal de Suporte
Processos de Atribuição de Idoneidade Formativa a Contextos de Prática Clínica

Teorias e Taxonomias de Enfermagem
Resumos Mínimos de Dados de Enfermagem
A Produção e Extração de Indicadores em Enfermagem
Sistemas de Apoio à Tomada de Decisão em Enfermagem

Técnicas de Comunicação em Contexto Supervisivo
Dinamização de Grupos de Trabalho
Gestão de Conflitos em Contexto Supervisivo

Contextualização da Gestão de Unidades de Saúde
Princípios e Requisitos da Gestão da Qualidade
Integração de Sistemas e Auditoria
Aplicação Prática do Sistema de Gestão da Qualidade

Modelos de Supervisão Clínica
A Pedagogia em Suprevisão Clínica
A Supervisão Clínica enquanto Promotora da Interligação Teoria-Prática
Apresentação e Discussão de Práticas e Estratégias de Supervisão Clínica em Enfermagem
Desenvolvimento de Estratégias de Supervisão Clínica em Enfermagem: Da Teoria à Prática

Classificação vs. Avaliação
A Avaliação enquanto Processo Pedagógico
Apresentação e Discussão de Estratégias de Avaliação
Desenvolvimento de Estratégias e Instrumentos de Avaliação

A Supervisão Clínica e o Impacto Organizacional
Supervisão de Pares
Facilitadores e Barreiras à Implementação da Supervisão Clínica em Contexto Organizacional
A Supervisão Clínica enquanto Processo de Melhoria Contínua da Qualidade

Paradigma Quantitativo e Qualitativo de Investigação em Enfermagem
A Revisão da Literatura
Níveis de Evidência de Investigação
Elaboração de um Projeto de Investigação em Enfermagem
Leitura Crítica da Investigação Produzida na Área da Supervisão Clínica

Apresentação e Definição de Objetivos para o Estágio de Supervisão Clínica em Enfermagem
Estágio de Supervisão Clínica em Enfermagem
Apresentação e Discussão dos Projetos Desenvolvidos em Estágio

Corpo Docente

Coordenação:

Francisco Sampaio, MSc, PhD, Postdoc Researcher
– Professor Adjunto na Universidade Fernando Pessoa
– Investigador Doutorado Integrado no CINTESIS
– Presidente da Mesa do Colégio da Especialidade de Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica da Ordem dos Enfermeiros
– Doutor em Ciências de Enfermagem
– Pós-Graduado em Supervisão Clínica em Enfermagem

Outros Docentes:

Ana Teixeira, MSc, PhD Student
– Enfermeira especialista em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica no Centro Hospitalar Universitário de São João
– Assistente Convidada na Escola Superior de Enfermagem do Porto
– Investigadora Não Doutorada Integrada no CINTESIS
– Investigadora Colaboradora no Portugal Centre for Evidence-Based Practice: A JBI Centre of Excellence, Health Sciences Research Unit: Nursing
– Mestre em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria
– Pós-Graduada em Supervisão Clínica em Enfermagem

Ana Paula Macedo, MSc, PhD, Postdoc
– Presidente e Professora Coordenadora na Escola Superior de Enfermagem da Universidade do Minho
– Investigadora Integrada no Núcleo da Unidade de Investigação em Ciências da Saúde: Enfermagem (Escola Superior de Enfermagem de Coimbra)
– Doutora em Educação (área de conhecimento de Organização e Administração Escolar)

Brandão Guerreiro, Eng
– Sócio Gerente da BRANGUE – Engenharia, Consultoria e Formação, Lda.
– Consultor em projetos de certificação no âmbito da segurança e saúde no trabalho (NP 4397/OHSAS 18001 e ISSO 45001:2018)
– Auditor no âmbito da segurança e saúde no trabalho
– Pós-graduado em Engenharia da Qualidade

Cláudia Telles de Freitas, MSc
– Consultora Sénior em Liderança e Coaching de Equipas por Gestão de Valores no Serviço Nacional de Saúde
– Especialista em TeamBuilding
– Membro da Society of Neuro-Linguistic Programming™
– Conselheira de Gestores de Topo e Gestores Intermédios no Setor da Saúde
– Analista Comportamental certificada pelo International DISC Institute
– Ex-Assessora do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de São João

Cristina Augusto, MSc, PhD Student
– Enfermeira especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica na Unidade Local de Saúde de Matosinhos
– Assistente Convidada na Escola Superior de Enfermagem do Porto
– Mestre em Gestão e Desenvolvimento de Recursos Humanos
– Pós-Graduada em Ciências da Educação na área de Políticas Educativas

Germano Couto, MSc, PhD
– Professor Associado na Universidade Fernando Pessoa
– Coordenador do Curso de Licenciatura em Enfermagem da Universidade Fernando Pessoa
– Investigador Doutorado Integrado no CINTESIS
– Enfermeiro Diretor do Hospital-Escola da Universidade Fernando Pessoa (2017-2019)
– Bastonário da Ordem dos Enfermeiros (2012-2015)
– Doutor em Ciências de Enfermagem

Margarida Ferreira, MSc, PhD, Postdoc Researcher
– Professora Auxiliar na Universidade Fernando Pessoa
– Investigadora Doutorada Integrada no CINTESIS

– Coordenadora dos Ensinos Clínicos de Enfermagem na Universidade Fernando Pessoa
– Enfermeira Chefe no Centro de Saúde de Lousada (2006-2010)
– Doutora em Medicina Preventiva e Saúde Pública

Teresa Guerreiro, MSc
– Docente na Universidade Fernando Pessoa
– Coordenadora Científica de Cursos de Licenciatura em Enfermagem da Universidade Fernando Pessoa (2003-2010)
– Mestre em Bioética e Ética Médica
– Membro da Comissão de Ética da Universidade Fernando Pessoa, Centro Hospitalar Universitário de São João, Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa, e Hospital-Escola da Universidade Fernando Pessoa

Condições de Candidatura

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO E SERIAÇÃO (*)

Para a seleção e seriação dos candidatos serão aplicados os seguintes critérios:

  1. Experiência como enfermeiro – 1 ponto por cada ano completo (contabilizada a partir da data de admissão à Ordem dos Enfermeiros constante na cédula profissional) (máx.: 10 pontos)
  2. Experiência como supervisor clínico – 1 ponto por cada estudante de Enfermagem supervisionado (incluindo em regime de tutoria) em Ensino Clínico (máx.: 5 pontos)
  3. Grau académico e/ou título profissional – Doutor (5 pontos);  Especialista em Enfermagem (pelo Decreto-Lei n.º 206/2009, de 31 de agosto) (5 pontos); Mestre (3 pontos); título profissional de Enfermeiro Especialista (2 pontos) (máx.: 5 pontos)

Em casos de empate, serão aplicados os seguintes critérios de desempate, de forma consecutiva:

  1. Tempo superior de experiência profissional (contabilizado a partir da data de admissão à Ordem dos Enfermeiros constante na cédula profissional)
  2. Grau académico e/ou título profissional superior
  3. Idade superior

Documentos necessários:
– Cópia dos diplomas ou certificados comprovativos dos graus académicos;
– Cópia do diploma ou certificado comprovativo do Curso de Pós-Licenciatura de Especialização (se aplicável);
– Cópia da cédula profissional;
– Comprovativos da supervisão e/ou tutoria de estudantes de Enfermagem em contexto de Ensino Clínico;
– Súmula curricular (com indicação da idade e experiência académica e profissional mais relevante);
– Cópia do documento de identificação fiscal (para emissão de recibos);
– Documento de identificação  da União Europeia | Cidadãos Extracomunitários: Visto de Estudante ou, no caso de já estar a residir em Portugal, Cartão de Residência emitido pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal;
– Comprovativo de pagamento da taxa de candidatura.

10 vagas preferenciais para Antigos Alunos da UFP e Profissionais do HE-UFP

DATAS E CUSTOS

DATAS
Candidaturas:
 28 SET até 2 OUT 2020
Resultados: 9 OUT 2020
Matrículas: 9 a 14 OUT 2020
Início: 9 OUT 2020
Fim: 10 ABR 2021

TAXAS (2019/20) (*) (**)
Taxa de Candidatura: 50€
Taxa de Matrícula: 250€
Propina (pronto pagamento): 800€
Propina (prestações): 6 x 150€

* Não há reembolso de pagamentos efetuados.
** Não dispensa a consulta das Normas Gerais Relativas ao Pagamento das Taxas Escolares na UFP.

CONTACTOS

Se pretende esclarecer alguma dúvida, envie o formulário para ser contactado.



CandidatoProfissionalOutro


PortugalPaís UEOutro País













 

Gabinete de Ingresso
Universidade Fernando Pessoa
Praça 9 de Abril, 349 | 4249-004 Porto

e-mail: ingresso@fundacaofernandopessoa.pt