VIVER A UFP

Viver a UFP ao longo dos anos de frequência do curso significa não só o necessário tempo de estudo e aprendizagem, mas também a fundamental vivência do espírito académico e de todas as valências de que a universidade dispõe, nomeadamente:

  • criar laços e estimular a rede de contactos com alunos, docentes e colaboradores, que diariamente partilham conhecimento, investigam e convivem na UFP;
  • integrar equipas de Desporto Universitário, Tunas, Associação ou Núcleos de Estudantes;
  • participar nas atividades práticas da Oficina de Televisão;
  • exercer prática clínica com pacientes, em sistema de consentimento informado, em Clínicas Pedagógicas, no Hospital-Escola e/ou nos Projetos Ambulatórios;
  • ou simplesmente usufruir dos serviços da Academia de Saúde e Lazer ou dos magníficos espaços e jardins da UFP.